Curiosidades

De repente, herda propriedade de 50 milhões

Foi um teste de ADN que mudou a vida de Jordan Rogers, um britânico de 31 anos que promete tentar ajudar outras pessoas

A casa principal da propriedade Penrose Estate
De repente, herda propriedade de 50 milhões

© Education Images/Getty Images A casa principal da propriedade Penrose Estate

Um britânico que trabalhava como assistente social e vivia num ‘council estate’ (uma forma de habitação municipal barata) acaba de se mudar para uma propriedade rural com 641 hectares de área e um valor estimado em 50 milhões de libras, ou 56,9 milhões de euros. A mudança aconteceu depois de um teste de ADN provar que ele era filho de um aristocrata recentemente falecido.

Jordan Adlar-Rogers, que toda a vida teve dificuldades financeiras, diz que desde os oito anos sabia que era filho de Charles Rogers, o aristocrata que herdara o Penrose Estate, a propriedade da família em Cornwall. Ao longo dos anos, fez várias tentativas de realizar um teste para o provar, mas só o conseguiu em 2018, depois de Charles morrer, aos 62 anos, vitima de “toxicidade de metadona”, segundo o veredito oficial. O corpo foi encontrado no interior do seu próprio carro.

Quando os resultados do teste saíram, Jordan percebeu que a sua vida ia mudar radicalmente. Deixou de precisar de trabalhar, mas diz que vai fundar uma instituição de beneficência para ajudar outras pessoas. Entretanto, já instalou um ginásio na propriedade, comprou um Mercedes e fez uma viagem a Nova Iorque com a namorada, de quem teve recentemente um filho.

O Penrose Estate foi doado ao Estado em 1974, mas a família manteve o direito a residir no local durante mil anos. Jordan vai receber um estipêndio semanal que pode chegar às mil libras (1140 euros) e não deverá ter despesas com a manutenção da propriedade.

Para já, tratou de saber mais sobre o homem que nunca o quis reconhecer como filho. Descobriu que ele tinha vivido intimidado pelos exemplos do pai e do irmão, ambos militares de carreira, e que ele próprio tinha ficado traumatizado quando serviu na Irlanda do Norte.

Jordan explicou que na realidade o seu pai nunca chegou a viver na mansão da propriedade, pois essa era ocupada pela mãe, enquanto ele ficava numa das casas da quinta. Como os dois morreram com duas semanas de intervalo, Jordan foi o único herdeiro. E promete não se esquecer de tudo o que foi a sua vida até agora.

Expresso

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button