Covid-19 – Instituto de administração e magistério com condições de biossegurança

 

O Instituto Técnico de Administração (ITAS) e a Escola do Magistério de Ondjiva, na província do Cunene, têm as condições de biossegurança criadas para o retorno das aulas a cinco de Outubro deste ano, suspensas em Março deste ano, após o registo dos primeiros casos positivos de Covid-19.

Em declarações à Angop, em Ondjiva, o director do Instituto Técnico de Administração (ITAS), Gilberto Malovalone, disse que as condições na sua instituição estão criadas para a higienização das salas de aulas e casas de banho, uma vez que possui água canalizada.

Disse que a escola conta com um tanque de 200 mil litros, foram colocados oito baldes com duas torneiras, sendo quatro colocados no pátio e outros no interior da escola, o que permitira 16 alunos lavarem as mãos com água e sabão em simultâneo.

Em relação o material de biossegurança, indicou que a instituição tem disponível, para os próximos dois meses, os termómetros e bombas de desinfestação.

O ITAS conta com 16 turmas e no presente ano lectivo matriculou mil e 325 alunos, com o universo de 80 professores.

Já o director da Escola do Magistério de Ondjiva, Atanasio Ndafimana, disse que a escola conta com nove pontos de lavagem das mãos na entrada, onde estão colocados baldes de 100 litros com duas torneiras, dando possibilidade 18 alunos lavar as mãos de uma só vez.

O responsável referiu que os materiais de biossegurança como termómetro, suspensores de álcool, lixívia, sabão azul, entre outros, estão garantidos na instituição que conta com 16 turmas, mil e 550 alunos e 109 professores.

Por seu turno, o director provincial da Educação no Cunene, Domingos de Oliveira, disse que as 76 escolas do I e II ciclos do ensino secundário nos seis municípios dispõem de condições de biossegurança para o retorno das aulas na data prevista.

Domingos de Oliveira sublinhou que o regresso às salas de aula exige responsabilidades também dos pais e encarregados de educação em consciencializar as crianças sobre o uso da máscara, lavagem das mãos e manter o distanciamento físico, para evitar contaminação.

No ano lectivo de 2020, o Gabinete Provincial da Educação do Cunene matriculou, 235 mil e 107 alunos distribuídos em 868 escolas, sendo 792 do ensino primário, 56 do primeiro ciclo e 20 do segundo, assegurados por seis mil e 298 professores.

  • Adicione seu comentário