Geral

Casas sociais para Polícias

O ministro do Interior, Eugénio Laborinho, procedeu sábado, na província de Cabinda, ao lançamento da primeira pedra para a construção de 200 casas sociais, para minimizar a carência habitacional dos efectivos do Ministério do Interior na região.

Casas sociais para Polícias
Casas sociais para Polícias

Ministro Eugénio Laborinho

O projecto será implementado na aldeia do Caio Litoral, nordeste da cidade de Cabin- da, numa área de mais de 48 hectares. Além da construção das moradias de tipo T3, o projecto conta ainda com jardins-de-infância, subestação de energia eléctrica, sistema de tratamento de água potável, área comercial, escolas, centro de saúde e demais serviços.

A construção de cada residência com três quartos, sala comum, varanda e uma zona envolvente onde o beneficiário poderá construir um anexo vai ocupar uma área de 42 metros quadrados. As obras terão duração de 18 meses. O ministro do Interior disse que o projecto ora lançado vai minimizar a carência habitacional dos efectivos do Ministério do Interior, que actualmente residem em habitações desprovidas de condições e em zonas inadequadas.
Aos futuros beneficiários, Eugénio Laborinho informou que as rendas serão pagas no sistema resolúvel fixado nos termos da lei.
O Ministério do Interior implementa acções idênticas através da sua Caixa de Protecção Social, nas províncias de Luanda, Cuanza-Sul e Benguela.

JA

Tags
Mostrar Mais

Ernesto

Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button