Geral

Crianças angolanas criam projecto para reduzir nível de incêndios e panelas queimadas

A servir como montra de talentos, a 10ª edição do fórum Angotic, que este ano decorre até esta quinta-feira, 20, no CCTA, tem revelado projectos assinados por expositores de várias idades e localidades.
Crianças angolanas criam projecto para reduzir nível de incêndios e panelas queimadas
Crianças angolanas criam projecto para reduzir nível de incêndios e panelas queimadas

A “Cozinha Virtual, Alimento Real”, ideia assinada por um grupo de crianças pertencentes ao centro “Kandengue Cientista”, situado na zona da Estalagem, em Viana, é um dos projecto em grande destaque na Angotic2019, feira das tecnologias de informação e da comunicação.

Kandengue Cientista

Em entrevista ao SAPO, os “kandengues” Teresa Baião, Dário Pimentel, Domingos Eduardo e Clara Fernanda descreveram o projecto ao pormenor:

“A ‘Cozinha Virtual, Alimento Real’ tem a finalidade de manter a interacção entre a cozinha e o utilizador. Muitas vezes motivados por distração, é comum vermos casos de incêndios causados por panelas esquecidas ao lume e por isso pensamos em ajudar as mamãs e outros adultos…”, começaram por explicar.

Clarificando que, à partida, este aplicativo só funciona em fogões eléctricos, os pequenos acrescentaram ainda:

“Primeiramente define-se o tempo em que a panela estará ao lume (dependendo do alimento a cozinhar) e por fim, quando a comida estiver pronta, é enviada uma mensagem telefónica de alerta (através do referido aplicativo) ao utilizador”, afiançaram as crianças com idades compreendidas entre 11 e 15 anos.

Além da “Cozinha Virtual, Alimento Real”, os pequenos do referido centro expõem também projectos como “Detector de Nível de Líquido”, “Jogo de Concentração”, “Biblioteca Virtual” e outros que podem ainda potenciar a redução de acidentes de viação e o reaproveitamento do lixo electrónico.

Kandengue Cientista

De referir que o “Kandengue Cientista” é um centro de cariz solidário que conta com o carimbo da Tecnotronic Systems e tem como objectivo capacitar crianças e jovens (dos 6 aos 18 anos) a possuírem capacidades inventivas e tecnológicas desde cedo, direcionando-os para um futuro promissor isento de práticas ilícitas ou incorrectas (vandalismo, prostituição, drogas…) bem como a descobrirem o potencial que há em si.

Kandengue Cientista
Sapo
Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button