Formadores participam num seminário de formação de formadores para a educação da primeira infância.

 

Gestores de centros infantis, num total de cinquenta, provenientes de todas as províncias do país, participam, em Luanda, num seminário de formação de formadores para a educação da primeira infância.

O ministro da Assistência e Reinserção Social (Minars), Gonçalves Muandumba, que procedeu à abertura da formação, salientou a importância da mesma e disse que os conhecimentos adquiridos vão transmitir aos gestores “perspicácia e eficiência na gestão dos equipamentos pré-escolares.”
Segundo afirmou, pretende-se que cada província  seja capaz de, internamente, assegurar a formação dos seus educadores e vigilantes de infância, bem como fiscalizar o funcionamento das instituições de atendimento do Minars. “Se a prevenção é o objectivo geral, o combate à vulnerabilidade na infância é o específico. Com a implementação destes instrumentos, vai-se adquirir uma adolescência orientada desde a tenra idade, bem como uma juventude capacitada para continuar o processo de constituição, modernização e desenvolvimento do país”, salientou.
Muandumba disse que o país precisa de gestores que assegurem a formação dos menores num ambiente onde estejam protegidos e beneficiem da aprendizagem e da estimulação capazes de influenciarem positivamente a construção da sua personalidade e a sua integração no sistema de ensino primário. Realçou que, mesmo em tempo de crise, o país está a atingir níveis consideráveis de expansão dos serviços de cuidados e educação da primeira infância, nos sectores público e privado.  “Para que os frutos deste trabalho sejam reconhecidos, é necessário que as áreas competentes das direcções provinciais da Assistência e Reinserção Social sejam tecnicamente organizadas para orientar da melhor forma os promotores.”
Sebastião Muondo, responsável da Direcção Nacional da Criança, disse que se pretende, com a formação, que a gestão dos centros infantis corresponda às expectativas e cumpra com os princípios da defesa, protecção e promoção do desenvolvimento integral da criança desde a primeira infância.
“O grande objectivo é cuidar da criança desde a sua primeira infância. Para tal, temos de melhorar os serviços públicos ou privados”, afirmou Sebastião Muondo.
Abubacar Sultan, representante do Unicef em Angola, lembrou que a qualidade dos serviços passa necessariamente pela existência de educadores de infância “que têm de saber transmitir afecto para o desenvolvimento harmonioso e integral da criança.”  O seminário em referência, que termina hoje, é o sétimo realizado desde 2013. Mais de duzentos técnicos já foram formados, com a missão de assegurar e uniformizar a gestão e o funcionamento de centros infantis do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *