Geral

Recém-criada Cidade do Sal produz 12 toneladas por ano

A Cidade do Sal, em construção desde 2016, no município da Baía Farta, província de Benguela, já garante uma produção de 12 mil toneladas por ano deste produto, anunciou ontem o Vice-Presidente da República.

Fotografia: DR

Bornito de Sousa prestou a informação à imprensa, depois de uma visita às salinas do Calombolo e Chamume, inseridas no projecto Cidade do Sal, que prevê atingir, no seu ponto mais alto de implementação, perto de dois milhões de toneladas de cloreto de sódio por ano.
O director-geral das salinas Calombolo, Ricardo Coelho, disse que, dos dois mil hectares, 180 já estão em produção, prevendo-se atingir 150 toneladas no final do ano, contra as 65 do ano passado .O projecto já gerou 500 postos de trabalho directos e centenas de indirectos.
A cidade do Sal está a ser erguida numa área de 11 mil hectares, a cerca de 20 quilómetros a sul da sede do município da Baía Farta.
Numa iniciativa do governo provincial, no quadro do programa “Benguela Costa Nova”, o projecto visa aproveitar a água do mar para alavancar a economia na região. O Governo Provincial de Benguela espera arrecadar cerca 3,5 mil milhões de Kwanzas com a venda de direito de superfície de terrenos para actividade económica (comércio, indústria e turismo) e habitação.
O projecto inclui infra-estruturas sociais, reparação de estradas, instalação de energia eléctrica e aproveitamento da água do mar para a agricultura e a construção de instalações turísticas, incluindo resorts.
Na visita à Cidade do Sal, Bornito de Sousa fez-se acompanhar de vários secretários de Estados, membros do Governo Provincial de Benguela e da administração municipal.

Tags
Mostrar Mais

Ernesto

Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button