AngolaSociedade

Angola sobe seis lugares no Índice Global da Paz

Angola foi considerado o 77.º país mais pacífico do mundo pelo relatório do Índice Global da paz, numa escala de 164 países, depois de, em 2018, ter ficado em 83.º lugar.

Angola sobe seis lugares no Índice Global da Paz
Angola sobe seis lugares no Índice Global da Paz

O fim do conflito armado propicia novas oportunidades aos angolanos e visitantes
Fotografia: M. Machangongo| Edições Novembro

O Índice de Paz Global, produzido pelo Instituto de Economia e Paz, classifica 163 países (99,7 por cento da população mundial) de acordo com 23 indicadores qualitativos e quantitativos.
O Afeganistão substituiu este ano a Síria como o país menos pacífico do mundo e o Iémen entrou pela primeira vez no grupo dos cinco Estados menos pacíficos, revela o Índice Global de Paz 2019 divulgado ontem.
Segundo o 13º relatório anual do Índice Global de Paz (GPI), elaborado pelo Instituto para Economia e Paz, sediado em Sydney, a Europa continua a ser a região mais pacífica do mundo, registando uma ligeira melhoria, e a do Médio Oriente e Norte de África ainda são as menos pacífica.
No total, 22 dos 36 países europeus registaram melhorias no GPI de 2019 face ao ano anterior. A Islândia continua a ser o país mais pacífico do mundo, uma posição que ocupa desde 2008, e o Afeganistão é agora o menos pacífico, substituin-do a Síria.
Portugal ocupa a terceira posição, seguindo-se a Áustria, Dinamarca e Canadá, enquanto a Alemanha surge em 22º lugar e a Espanha em 32º. De acordo com o Índice Global da Paz , o Butão registou a maior me-lhoria de qualquer país no top 20, subindo 43 lugares nos últimos 12 anos.
Nos últimos lugares da lista estão o Iraque (159), Iémen, Sudão do Sul, a Síria e Afeganistão (163).
Este é o primeiro ano, desde o início do índice, que o Iémen foi classificado entre os cinco países menos pacíficos.
O Instituto também registou que o nível médio de paz global melhorou ligeiramente, pela primeira vez em cinco anos.
A pontuação média do país melhorou em 0,09 por cento, com 86 países a verificarem uma melhoria e 76 a registar um agravamento.
O GPI de 2019 revelou ain-da um mundo em que os conflitos e crises que surgiram na década passada começaram a diminuir, mas novas tensões surgiram dentro e entre as nações.

JA

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button