AngolaSaúde

Brasileira morre de malária ao passar férias em Angola

A Universidade Federal de Sergipe (UFS) no Brasil informou que a professora Daniela Pinheiro Bitencurti Ruiz Esparza, morreu nesta quinta-feira (27), em Luanda, capital de Angola, com suspeita de malária. A docente estava de férias em Angola.

Brasileira morre de malária ao passar férias em Angola
Brasileira morre de malária ao passar férias em Angola

Professora Daniela estava internada com malária há cinco dias em Luanda, capital da Angola. Daniela Bitencurti foi encontrada desacordada na última sexta-feira e levada para a Clínica Sagrada Esperança.

A professora, que trabalha no Campus do Sertão, usou o período de férias na universidade para ir à Angola, no dia 30 de maio, dar palestras voluntárias sobre tecnologias aplicadas ao meio ambiente. Daniela deveria voltar ao Brasil na última quinta-feira. O Itamaraty informou que o Ministério das Relações Exteriores e o Consulado do Brasil em Luanda acompanham o caso e estão prestando assistência a seus familiares.

A Professora Daniela é uma pessoa muito querida. Para ajudá-la, a gente conseguiu montar uma rede de solidariedade e criar essa conexão Brasil e Angola — disse Patrícia, que é amiga de Daniela. — Ela estava hospedada numa casa que havia alugado diretamente com o locatário. A Daniela demorou para ser encontrada e isso pode ter agravado o quadro dela.

Em nota, o Prodema declarou “luto em honra, respeito e reconhecimento aos serviços prestados pela professora Daniela e manifesta a sua gratidão pelo privilégio de ter convivido com um ser humano íntegro, solidário, repleto de respeito e amor humano, um exemplo especial de alegria de viver e um lindo ser de luz”.

A UFS ainda não divulgou quando o corpo da professora chegará ao Brasil e os detalhes sobre o sepultamento.

Fonte: G1

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button