AngolaDestaqueJustiçaSociedade

General das FAA denuncia uso inadequado da sua imagem nas redes sociais

Em virtude das notícias falsas em circulação nas redes sociais, acerca do possível envolvimento do Senhor MANUEL DOS SANTOS HILÁRIO, General das Forças Armadas Angolanas (FAA) na reforma, no Processo n.º 68/2018 instruído pelo Ministério Público junto da Câmara do Tribunal Supremo, e considerando que o teor do texto confunde a opinião pública e não corresponde a verdade, aproveitamos a ocasião para esclarecer o seguinte:

General das FAA denuncia uso inadequado da sua imagem nas redes sociais
General das FAA denuncia uso inadequado da sua imagem nas redes sociais

Foi posto a circular nas redes sociais, um despacho de acusação do Ministério Público junto da Câmara do Tribunal Supremo que, em Artigos de Querela vem deduzir acusação contra 2 (dois) cidadãos arguidos, sendo que, um dos acusados responde pela identidade (transcrito do documento em referência): HILÁRIO GASPAR ALEMÃO SANTOS, solteiro, de 44 anos de idade, nascido aos 13 de Fevereiro de 1975, natural de Benguela, filho de Manuel Santos e de Rosa Alemão, residente em Luanda, Distrito Urbano das Ingombotas, Rua Alfredo Felnerº 27- ZO, portador do B.I. n.º 00013507BA019, emitido pelo Arquivo de Identificação Civil e Criminal de Luanda, aos 23 de Junho de 2015.

2. Ocorre que, a conduta irresponsável levou, alguns órgãos de comunicação social à publicação da notícia falsa com claro viés ideológico, contendo acusações infundadas contra o Sr. MANUEL DOS SANTOS HILÁRIO, casado, de 69 anos de idade, nascido aos 22 de Fevereiro de 1950, natural de Município de Ombanja, Província do Cunene, filho de Hilário Mbete e de Maria Kolupembe.

No afã de produzir conteúdo impactante, à Agência de Notícias de Portugal (LUSA) e o site de notícias Angola 24 Horas simplesmente desconsideraram os princípios que norteiam um jornalismo sério. A matéria não contém nenhum indício ou prova da afirmação, é um simples boato (mentiroso).

Esclarece-se, ainda, que os agentes de notícias referidos supra, serão processados judicialmente em razão da matéria falsa veiculada hoje.

Luanda, aos 03 de Setembro de 2019.

Assessoria de Comunicação e Imagem

Fonte: Assessoria

Tags
Mostrar Mais

Ernesto

Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button