AngolaSociedade

Polícia Nacional aposta na formação

Rui Gomes, teceu estas considerações durante a abertura do Primeiro Colóquio Nacional de Criminalística, organizado pelo Instituto Superior de Ciências Policiais e Criminais e que termina hoje, cujos prelectores são do Serviço de Investigação Criminal (SIC).

Polícia Nacional aposta na formação
Polícia Nacional aposta na formação

O inspector-geral da Polícia Nacional acentuou que a corporação desenvolve uma actividade essencialmente preventiva, e quando os crimes ocorrem, a corporação é chamada a realizar um conjunto de diligências.
Segundo Rui Gomes, a partir destas diligências são implementadas técnicas e métodos visando a investigação, localização e identificação dos supostos autores dos crimes, sendo nesta perspectiva que as ciências criminais assumem particular destaque.
Para Rui Gomes, o lema desta actividade, “Importância da criminalística na produção da prova pericial”, está relacionado com o interesse da criminalística na produção de provas e ilustra o contributo que os órgãos policiais desempenham no âmbito forense. Este colóquio, disse, é realizado numa altura em que foi criado um órgão de investigação de delitos penais na Policia Nacional, no âmbito do seu novo Estatuto Orgânico, aprovado por Decreto Presidencial.
Rui Gomes afirmou que o Colóquio vai contribuir para a troca de experiências que servirão para consolidar os conhecimentos para melhorar o funcionamento da área de investigação penal dentro da Polícia Nacional.
O director do Instituto Superior de Ciências Policiais e Criminais, comissário Luís Cadete, disse que a realização do encontro tem como objectivo a congregação de quadros especialistas e peritos e académicos, por forma a promover debates e análises profundas sobre os métodos e técnicas criminalísticas.

JA

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button