Angola

Porquê tanta dor de cotovelo contra Ismael Mateus – Felizardo António

Gostaria de saber a razão de tanta tontura quando se cogita o nome do Ismael Mateus a Ministro da Comunicação Social. Para mim, tal como o actual Ministro João Melo, Ismael Mateus, Graça Campos, Ernesto Bartolomeu, Reginaldo Silva, Jaime Azulay, Luisa Fançony, qualquer um destes jornalistas está em condições de ocupar o cargo de Ministro da Comunicação Social.

Fonte: Club-k.net

Porquê tanta dor de cotovelo contra Ismael Mateus - Felizardo António
Porquê tanta dor de cotovelo contra Ismael Mateus – Felizardo António

É claro que uma coisa é ser jornalista e outra é ser Ministro, uma função política que requer a confiança do Titular do Poder Executivo. É neste último ponto que Ismael Mateus tem avanço. A sua condição de membro do Conselho da República coloca-lhe no círculo de confiança do PR. Aliás, foi assim que Luís Nunes foi catapultado a Governador da Huila. Portanto, se Ismael Mateus vai ser elevado a Ministro da Comunicação Social não é por pretensa aproximação ao MPLA como muitos querem fazer crer. Para mim, Ismael Mateus continua a ser, a figura mais independente e corajosa que o País tem, e pode muito bem velar pelos interesses dos jornalistas na condição de Ministro da Comunicação Social.

Triste é o que estamos a ver nas redes sociais onde começam a surgir mensagens com textos que procuram envolver o seu nome, à actos que vão contra a sua forma de estar numa tentativa frustrada de minar a sua credibilidade. No tempo em que ele atravessou o “deserto” enfrentando a pobreza e a frustração de ver pessoas menos competentes a ganharem voz de mando numa área profissional em que ele é um dos percursores, ninguém escrevia nada. Agora que se cogita a sua entrada no executivo, com a possibilidade de dar o seu contributo para o desenvolvimento do País, lá vêm os invejosos e detratores de serviço com as suas mensagens difamatórias, inclusive do seu fórum privado. Negócios. Funcionários descontentes, militante, etc. Por amor de Deus, não nos baixemos a tanto.

Para o bem da Pátria e no interesse de proteger os espaços democráticos inclusive nas redes sociais, é importante que nós, angolanos honestos, quando navegamos nas redes sociais, nos preocupemos em filtrar e sempre que possível denunciar as informações falsas ou manipuladas, assim como boatos e calúnias normalmente produzidas e disseminadas por pessoas invejosas ou com interesses incofessos.

Longe de mim, pintar o jornalista Ismael Mateus, pois sei que, como comum ser humano, com certeza tem os seus defeitos. Mas, convenhamos, o homem é das raras vozes independentes de que o País pode se orgulhar. É justamente pela sua verticalidade e independência que Ismael Mateus foi colocando de sentido algumas direções da RNA até ser expulso, e nunca foi indicado a assumir um cargo de direcção nos órgãos privados de comunicação, apesar da sua reconhecida competência e conhecimento profundo do sector.

É, pois, com muita dor e náusea que vou verificando pessoas bem identificadas movidas pela inveja ou pagas por pretensos candidatos ao cargo de Ministro da Comunicação Social, a divulgarem tais mensagens nas redes sociais. Ainda bem que Ismael Mateus não entrou no jogo para perder tempo a rebater tais calúnias. Se o País é de todos e faz-se com todos, então, se for consumada a sua nomeação, ganha a Nação. Independentemente do que falem hoje, o consenso geral é que Ismael Mateus é independente e vertical nas suas posições. Bem haja a meritocracia.

* Jurista

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button