Angola

Testes de ADN aos restos mortais de Jonas Savimbi estão concluídos

Os exames de ADN solicitados pela UNITA para identificar os restos mortais do fundador do partido, Jonas Malheiro Savimbi, estão concluídos, anunciou hoje o presidente da formação política, Isaías Samakuva.

Testes de ADN aos restos mortais de Jonas Savimbi estão concluídos
Testes de ADN aos restos mortais de Jonas Savimbi estão concluídos

“Restos mortais de Jonas Savimbi, já estão em posse de especialistas” diz Isaías Samakuva, Presidente da UNITA
Fotografia: João Gomes

Numa nota distribuída à imprensa, o presidente do maior partido da oposição garantiu que os resultados do ADN já se encontram em posse de especialistas sul-africanos que haviam recolhido amostras dos restos mortais de Savimbi, para os testes realizados.“Os resultados serão conhecidos e tornados públicos brevemente, depois de formalidades próprias a observar com as autoridades governamentais, na presença  dos referidos especialistas sul-africanos cuja chegada é esperada a qualquer momento na capital do país”, lê na nota assinada por Isaías Samakuva.

O político tranquiliza militantes, simpatizantes e amigos da UNITA, em particular, e aos angolanos, em geral, sobre o processo que vai culminar com a inumação dos restos mortais de Jonas Savimbi.Recentemente, a UNITA solicitou a intervenção da administração do Estado para que crie as condições para uma melhor circulação nas vias de acesso à aldeia de Lopitanga, arredores do município do Andulo, província do Bié, onde vão decorrer as exéquias do fundador do partido, Jonas Malheiro Savimbi.Esta foi a decisão saída de uma reunião entre o presidente da UNITA, Isaías Samakuva, e os membros das diferentes subcomissões da comissão executiva das exéquias de Jonas Savimbi, criada pelo partido.

Durante a reunião, foi feito o ponto da situação do estado dos preparativos das exéquias, tendo os participantes o considerado positivo. En-tretanto, os participantes encararam como preocupante o estado das vias de acesso à aldeia de Lopitanga e das pontes sobre os rios que as atravessam, tendo solicitado a intervenção urgente dos órgãos do Estado.

JA

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button