Angola

Unita espera contributos de 500 milhões Akz para cerimónia de transladação dos restos mortais de Jonas Savimbi

Os testes realizados ao ADN dos restos mortais exumados do cemitério do Luena, no Moxico, confirmam que estes são de Jonas Savimbi. A UNITA já anunciou que vai ser aberto um período de luto de 30 dias e a sua bandeira vai ficar a meia haste em todas as instalações. 500 milhões Akz é o montante necessário para concluir as cerimónias de transladação dos restos mortais para a terra natal do fundador do partido do “Galo Negro”.

Unita espera contributos de 500 milhões Akz para cerimónia de transladação dos restos mortais de Jonas Savimbi
Unita espera contributos de 500 milhões Akz para cerimónia de transladação dos restos mortais de Jonas Savimbi

Como se esperava, os testes realizados aos restos mortais exumados a 31 de Janeiro deste ano em laboratórios de Portugal, África do Sul e nacionais, confirmam que Jonas Savimbi foi efectivamente sepultado no cemitério do Luena, após a sua morte em combate, em 2002.

Em conferência de imprensa onde estiveram, para além de membros do Governo, familiares de Jonas Savimbi, de representantes da UNITA e dos laboratórios envolvidos nestes testes, ficou claro que estão agora criadas as condições para que os restos mortais de Jonas Malheiro Savimbi sejam agora entregues à família numa cerimónia agendada para o próxima dia 28, no Luena, Moxico, como o NJOnline já noticiou.

A UNITA avançou, entretanto, em conferência de imprensa do seu presidente, Isaías Samakuva, que as cerimónias que agora se seguem, que vão concluir o processo da transladação dos restos mortais de Savimbi para a sua terra natal, incluindo todas as cerimónias e momentros, vão custar cerca de 500 milhões de kwanzas, englobando a totalidade dos custos imputáveis a este momento histórico para o partido do “Galo Negro”.

Para os arrecadar, o partido está a contar com as contribuições da sociedade angolana e militantes, tendo, para já, somados 80 milhões para o efeito, o que Samakuva considera muito pouco para as necessidades.

“A partir de 21 de Maio vamos, na UNITA, observar um período de luto de 30 dias em todo o território nacional, devendo a bandeira do partido ficar a meia haste em todas as suas instalações”, disse Isaías Samakuva.

As amostras para a realização de testes laboratoriais para confirmar que Jonas Savimbi foi sepultado no Luena, Moxico, em 2002, após ter sido abatido em combate, foram colhidas a 31 de Janeiro deste ano e enviadas para laboratórios da África do Sul e Portugal, tendo outra amostra sido analisada em Angola, esperando-se que a 25 de Fevereiro já fosse conhecido o resultado obtido a partir do cruzamento dos dados oriundos destes três laboratórios.

A UNITA tem em cima da mesa um conjunto de acções previstas para engrandecer estas cerimónias, para as quais espera milhares de pessoas a rumar a Lupitanga, a terra natal do seu líder histórico, cumprindo um desígnio manifestado em vida por Savimbi.

Para além dos muitos milhares de angolanos, o partido do “Galo Negro” aguarda igualmente algumas centenas de pessoas vindas do estrangeiro, nomeadamente de África e da Europa.

Para isso, no âmbito da Comissão Multissectorial para o Processo de Exumação, Transladação e Inumação, foram feitos esforços no sentido de melhorar os acessos a Lupitanga, bastante danificados pelas chuvas ao longo dos últimos anos e ainda criar um mínimo de condições de acolhimento tanto no interior como nas imediações de pequeno cemitério.

Foi ainda definido um calendário e uma estratégia para realizar os fundos para custear o programa, para o qual a UNITA pediu colaborações dos seus dirigentes e da sociedade angolana, incluindo o Estado, nomeadamente a construção do túmulo de Savimbi.

Todo este procedimento, nomeadamente a construção do túmulo, que familiares e o partido querem que tenha a dignidade que o histórico líder e fundador deve ter, poderá agora contribuir para alguns atrasos na conclusão deste processo de transladação dos restos mortais de Savimbi.

Fonte: NJ/LD

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button