CorrupçãoDestaque

Agente da Sonangol subornado por Empresa Alemã em 2006

O tribunal britânico que investiga o crime financeiro decretou hoje uma multa de 1,1 milhões de dólares à empresa alemã FH Bertling por ter subornado um funcionário da Sonangol para garantir contratos de transporte marítimo em Angola.

Agente da Sonangol subornado por Empresa Alemã em 2006
Agente da Sonangol subornado por Empresa Alemã em 2006

O ‘Serious Fraud Office’ (SFO), o nome do tribunal que investiga os crimes e fraudes financeiras complexas, anunciou que a multa à empresa alemã FH Bertling e a vários dos seus administradores resulta da tentativa de corrupção de um empregado da Sonangol, a companhia petrolífera angolana, para garantir contratos de transporte marítimo, e surge na sequência de um processo que decorreu nos tribunais britânico há três anos.

Em causa está um pagamento de 250 mil dólares, feito em 2006, a um agente da Sonangol para garantir a obtenção dos contratos, que foi investigado pelo tribunal britânico e que levou ao fecho das operações da empresa alemã no Reino Unido, que está actualmente em liquidação, de acordo com uma notícia publicada hoje pelo Wall Street Journal.

Em 2017, o tribunal já tinha condenado três antigos executivos da subsidiária britânica do grupo alemão Bertling por corrupção relativa a pagamentos feitos a um empregado da petrolífera angolana Sonangol.

A sentença do tribunal londrino resulta de uma investigação da agência britânica Serious Fraud Office (SFO) aos negócios da Bertling, uma empresa de logística e transportes, em Angola e aos pagamentos ilícitos de cerca de 20 milhões de dólares (17 milhões de euros) a um responsável da Sonangol.

Fonte: Lusa

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button