Corrupção

Combate a corrupção e o retorno às praticas de partido único – José Gama

1. Em Janeiro desde ano, o Presidente da República criou, um grupo de trabalho com objectivo de “proceder ao levantamento de investimentos privados realizados nos últimos anos, com recurso a fundos públicos.” (Muito bom)

Combate a corrupção e o retorno às praticas de partido único - José Gama
Combate a corrupção e o retorno às praticas de partido único – José Gama

2. O despacho indicava que que a equipa era integrada por pelos ministros do Interior, da Economia e Planeamento, da Justiça e dos Direitos Humanos, dos Recursos Minerais e Petróleo, Inspetor Geral da Administração do Estado, representante da PGR, chefe do SINSE, Director geral do SIE, Director do SIC, e PCA da Sonangol.

3. No dia 13 de Junho o Serviço Nacional de Recuperação de Activos da PGR fez sair um comunicado sobre as empresas que beneficiaram de fundos públicos sem ter havido reembolso.

4. No dia 14, a directora da SNRA da PGR, Eduarda Rodrigues, movida pela emoção, acabou por revelar que nesta comissão de trabalho a PGR apenas aparece no fim para dar tratamento legal. Em outras palavras, a procuradora admitiu que não é a PGR a responsável pelo trabalho exposto no comunicado do dia 13.

5. No 15, o PR, João Lourenço levou o assunto de Estado ou do comunicado da PGR, em sede partidária (congresso), concluindo que “a dívida pública dívida externa serviu também para financiar o enriquecimento ilícito de uma elite restrita muito bem seleccionada na base do parentesco, do amiguismo e do compadrio, que constituíram conglomerados empresariais com esses dinheiros públicos.”

Perguntas a serem colocadas:

Se a PGR só aparece no fim, como afirmou Eduarda Rodrigues, então quer dizer que os resultados do trabalho expostos no seu comunicado, foi trabalho da segurança de Estado? Ou seja o general Fernando Miala desmantelou às empresas dos seus antigos adversários ?

O comunicado da PGR saiu naquele dia (13) para poder dar suplemento ao discurso que João Lourenço faria no congresso do MPLA? Porque que a PGR tem de sair a reboque do MPLA, será que voltamos ao tempo da PGR do general João Maria de Sousa? Ou “a PGR é o MPLA e o MPLA é a PGR”, como tem escrito o Folha8?

Porque que o PR não apresentou os resultados deste assunto de Estado em sede de governo, e fê-lo, em sede partidária ? Voltamos no tempo de se “misturar assunto de Estado com assuntos do partido”? Cade a promessa de “corrigir o que esta mal e melhorar o que esta bem?”.

Como confiarmos em promessas que são repetidas vezes contrariadas pela ação pratica ?

Fonte: Facebook

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button