CorrupçãoPolítica

MPLA pede despromoção militar de “Kopelipa”

O grupo parlamentar do MPLA, por intermedio do seu deputado Roberto Leal Monteiro “Ngongo” é identificado como tendo enviado uma missiva ao Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço solicitando a revogação da “ordem do Comandante-em-Chefe n.º 27/17” assinada por José Eduardo dos Santos, dias antes de deixar o poder, que promovia “Kopelipa” a general de exercito de quatro estrelas, na reforma.

Ex-PR violou  lei militar  para agradar amigo 

MPLA pede despromoção militar de “Kopelipa”
MPLA pede despromoção militar de “Kopelipa”

Na argumentação de Roberto Leal Monteiro “Ngongo” que a nível do parlamento, chefia a a comissão de Defesa, Segurança Nacional, Ordem Interna e Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, a referida promoção a “Kopelipa” é ilegal, porque o mesmo nunca foi Chefe de Estado Maior General das FAA (CEMGFAA).

A patente de quatro estrelas, em Angola, é reservada aos Chefe de Estado Maior General das FAA, no exercito das suas funções. Desde a sua fundação, o exercito angolano teve apenas cinco CEMGFAA, que são:

1.João Baptista de Matos, 
2.Armando da Cruz Neto, 
3.Francisco Furtado,
4. Agostinho Nelumba “Sanjar” 
5. Geraldo Sachipengo Nunda.
6. Egídio de Sousa Santos “Disciplina” (actual)

De acordo com denuncia do deputado Roberto Leal Monteiro “Ngongo” que também é militar na reforma, o antigo chefe da Casa de Segurança, general “Kopelipa” nunca foi CEMGFAA pelo que não pode ser promovido a “general de quatro estrelas”, por isso considera ser uma patente ilegal.

“Ngongo” lembrou o seu próprio caso que já desempenhou funções de Comandante da Força Aérea Popular de Angola/Defesa Aérea e Anti-Aérea (FAPA/DAA), e que nem por isso é “general de exercito de quatro estrelas”.

Fonte: Club-k.net

Tags
Mostrar Mais

Ernesto

Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button