Crime

Polícia contabiliza 30 mortes resultantes da exploração ilegal de ouro

A actividade de garimpo de ouro já causou a morte a pelo menos 30 cidadãos nacionais, nos municípios da Jamba e Chipindo, província da Huíla, em consequência de desmoronamentos de terra, informou esta quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do comando da Operação Transparência, António Bernardo.

Polícia contabiliza 30 mortes resultantes da exploração ilegal de ouro
Polícia contabiliza 30 mortes resultantes da exploração ilegal de ouro

ANTÓNIO BERNARDO, COMISSÁRIO DA POLÍCIA NACIONAL E PORTA-VOZ DA OPERAÇÃO TRANSPARÊNCIA.

FOTO: ANTÓNIO ESCRIVÃO

A informação foi prestada à imprensa no final da apresentação do memorando sobre a exploração de ouro na província, no âmbito da Operação Transparência, com incidência na emigração e exploração ilegal de mineiros estratégicos.

Acrescentou que, destes, 16 mortes tiveram lugar este ano (2019), sendo 13 em Março e outras três em Abril.

Sem estabelecer um período exacto em que sucederam os outros incidentes, António Bernardo fez saber que a corrida pelo ouro, no município do Chipindo, localizado a 456 quilómetros a Norte do Lubango, e que tem uma população estimada em 70 mil 936 habitantes, teve início em 2014, com o processo de prospecção do minério.

O porta-voz referiu ainda que, só na Jamba, havia informações de que estavam mais de mil garimpeiros, no entanto hoje a circunscrição já não verifica esta situação de exploração ilegal, mas o mesmo não ocorre com o Chipindo, onde a Polícia Nacional opera e está a reduzir os focos existentes.

“Nós estamos focados na protecção dos minerais estratégicos do país e no combate à emigração ilegal, pórem este combate não depende só da Polícia Nacional, mas implica o envolvimento de outros sectores.

Entretanto, referiu que a província da Huíla é a sede regional do comando dessa operação na região, onde começam também a tratar de questões ligadas ao Cunene e ao Namibe, sendo que nestas províncias serão instalados postos comandos auxiliares.

A província tem 14 municípios, 52 comunas e conta com uma população estimada em cerca de dois milhões, 906 mil 791 habitantes.

Angop

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button