CulturaEducação

Aberto concurso para bolsas de estudos em Música e Artes Cénicas

Estão abertas, desde o dia 14, as candidaturas para atribuição de 48 bolsas de estudos de licenciatura e mestrado nas áreas da Música e Artes Cénicas, financiada pela União Europeia, co-financiada e gerida pelo Camões, IP e co-financiada também pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Aberto concurso para bolsas de estudos em Música e Artes Cénicas
Aberto concurso para bolsas de estudos em Música e Artes Cénicas

Estão disponíveis 48 bolsas para cidadãos residentes nos PALOP e Timor-Leste para licenciatura e mestrado
Fotografia: DR

O primeiro concurso, com 24 bolsas, decorre entre 14 de Junho e 4 de Julho, para candidatos a licenciatura, e o segundo entre 5 de Julho e 12 de Setembro, para candidatos a mestrado.
Os cidadãos interessados podem consultar o regulamento e os formulários de candidatura em “https://www.instituto-camoes.pt/activity/o-que-fazemos/bolsas-estudo”.
Denominado “Procultura”, as bolsas de estudos fazem parte do Programa Indicativo Multianual PALOP – Timor-Leste e União Europeia para 2014-20, cujo objectivo é contribuir para a criação de emprego em actividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e em Timor-Leste, entre 2019 e 2023, com orçamento de 19 milhões de euros.
Entre 2019 e 2020, entre outras actividades destinadas a reforçar competências nos sectores culturais dos seis países do projecto, vão ser atribuídas 48 bolsas de estudos internacionais de licenciatura e de mestrado nas áreas da Música e das Artes Cénicas a cidadãos nacionais dos PALOP ou de Timor-Leste e aí efectivamente residentes.
De acordo com um comunicado de imprensa, esta acção é enquadrada pelos princípios do Consenso Europeu em matéria de desenvolvimento: “O Nosso Mundo, a Nossa Dignidade, o Nosso Futuro”, pelo reconhecimento de que a cultura favorece “a inclusão social, a liberdade de expressão, a formação da identidade, o empoderamento civil e a prevenção de conflitos”, e pela intenção da União Europeia e dos seus Estados membros de fomentar a economia e as políticas culturais quando estas contribuam para alcançar o desenvolvimento sustentável.

JA

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button