Desporto

1º de Agosto a uma vitória do quarto título consecutivo

A equipa do 1º de Agosto, tri-campeã nacional, está a uma vitória da revalidação do título, ao golear ontem o Cuando Cubango FC, por 3-0, no Estádio Municipal dos Eucaliptos, em desafio referente à 29ª e penúltima jornada do Girabola 2018/19, estando na liderança da prova com 64 pontos, seguido pelo Petro de Luanda, com 63.

1º de Agosto a uma vitória do quarto título consecutivo
1º de Agosto a uma vitória do quarto título consecutivo

Fotografia: DR

Comprometida com a vitória, de modo a manter acesa a chama de revalidação do título, a formação militar entrou forte e exerceu pressão alta sobre a equipa adversária, com transições rápidas pelos corredores laterais.
Lançado no “onze” inicial e a fazer parelha no ataque com Mabululu, o garoto Zito Luvumbo deu trabalho ao sector defensivo do Cuando Cubango FC. Possuidor de uma técnica bastante apurada, o internacional angolano Sub-17 foi vezes sem conta parado com faltas passíveis de cartões, mas o árbitro optava sempre pela advertência verbal. Zito Luvumbo mostrou que já não é uma promessa, mas uma certeza. A jogar no clássico 4-4-2, o 1º de Agosto não deixou o Cuando Cubango respirar, uma vez que criou as melhores situações para visar a baliza de Landinho, que teve um desempenho aceitável na primeira parte, ao anular os ataques do tri-campeão angolano.
No segundo tempo, o 1º de Agosto manteve a aposta adoptada no primeiro tempo, porque só a vitória interessava para continuar a sonhar com a conquista do tetra-campeonato. Nada satisfeito com o nulo no marcador, o bósnio refrescou o meio campo com a entrada de Ary Papel, deixando no balneário o brasileiro Aquino. Assistido por Ary Papel, o avançado Mabululu “invadiu” a área adversária para inaugurar o placar, decorridos 48 minutos.
Com maior volume de jogo, a equipa de Dragan Jovic não ficou pela magra vantagem e procurou ampliar o resultado, que veio a acontecer por intermédio de Zito Luvumbo, aos 52 minutos. Passe de letra de Mabululu e o internacional Sub-17 não tremeu e fez um “túnel” no guarda-redes do Cuando Cubango, estreando-se a marcar no Girabola.
A quatro minutos do fim, Ary Papel fechou a contagem,ao aproveitar um “brinde” de Landinho. Com esta derrota, o Cuando Cubango diz adeus à primeira divisão, já que ocupa a penúltima posição do campeonato, com 23 pontos.

Vitória suada
O Petro de Luanda viu-se e desejou-se para derrotar a Académica do Lobito, por 1-0, no Estádio Nacional 11 de Novembro, com golo solitário do avançado brasileiro Tiago Azulão, aos 36 minutos. Apesar de jogar em casa, a formação petrolífera experimentou sérias dificuldades para levar de vencida a aguerrida equipa treinada por Paulino Dias. A Académica veio para a capital do país com a intenção de discutir o jogo pelo jogo com o Petro. Frente aos “petrolíferos”, os “estudantes” Lobitangas não abanaram e deram boa réplica ao conjunto orientado por António Cosano, insuficiente para evitar a derrota.

Diamantíferos quebram jejum de cinco jogos caseiros 

O Sagrada Esperança recebeu e venceu o Interclube, por 3-1, quebrando uma série de cinco jogos caseiros sem vencer. Favorito por actuar na condição de visitado, o Sagrada cumpriu com a obrigação, que passava por triunfar sobre a formação da Polícia Nacional.
Estádio Mundunduleno, FC Bravos do Maquis e Kabuscorp do Palanca empataram sem golos, num jogo disputado sob o signo do equilíbrio. Ambas beneficiaram de boas ocasiões de golo, mas os avançados de parte a parte revelaram falta de eficácia. O Recreativo da Caála consentiu empate (2-2) diante do Desportivo da Huíla, depois de estar em vantagem no desafio, no Estádio Mártires da Canhala. O técnico Mário Soares fez as substituições necessárias, que permitiram ao Desportivo sair do Huambo com um ponto na bagagem.
Sábado, na abertura da jornada, o Sporting de Cabinda bateu sem apelo nem agravo o ASA, por 6-2, no Estádio Municipal do Tafe. O Recreativo do Libolo derrotou o Progresso Sambizanga, por 2-1, no Estádio Municipal de Calulo. No Estádio das Mangueiras, o Saurimo FC venceu, por 3-2, ao Santa Rita do Uíge.

JA

Tags
Mostrar Mais

Ernesto

Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button