Desporto

Carlos Morais destaca-se no apuramento à final

Com 22 pontos, o extremo-base Carlos Morais foi o grande destaque de quinta-feira do Petro de Luanda, ao apuramento do campeonato nacional de basquetebol sénior masculino (Unitel-Basket), ao derrotar o Interclube, por 95-81, no terceiro jogo das meias-finais à melhor de cinco

Carlos Morais destaca-se no apuramento à final
Carlos Morais destaca-se no apuramento à final

UNITEL-BASKET: CARLOS MORAIS DESTACA-SE NO APURAMENTO A FINAL (ARQUIVO)

FOTO: ANTONIO ESCRIVAO

Carlos Morais destaca-se no apuramento à final
Carlos Morais destaca-se no apuramento à final

UNITEL-BASKET: JOGO ENTRE O INTERCLUBE E PETRO DE LUANDA (ARQUIVO)

FOTO: HENRI CELSO

O MVP (jogador mais valioso), nos AfroBaskets de 2007 e 2009, bem como do campeonato Africano de clubes de 2012, com o tempo de 36 minutos e 42 segundos na partida disputada no reduto do Interclube (28 de Fevereiro), nos lançamento de campo tentou 10 e converteu cinco.

Medalha de ouro dos africanos de Argel 2005, Luanda 2007, Bengasi 2009 e Abidjan 2013, regressou nesta época no plantel dos petrolíferos, tendo nos lançamentos livres arriscado por 12 vezes e converteu oito e nos três pontos tentou cinco e acertou quatro.

O Petro doze vezes campeã em titulo, resolveram a eliminatória por 3-0, em que superaram os Polícias no primeiro duelo, por 88-75, no 2º jogo das meias-finais, por 93-79 e consumando assim o apuramento a final do Unitel-Basket que será diante do arqui-rival 1º de Agosto detentor de 19 título.

A formação liderada por Lazare Adingono, entrou no jogo muito cautelosa, fruto da vantagem que trazia dos jogos anteriores, o que levou os comandados de Alberto de Carvalho “Ginguba” a  superiorizarem-se no primeiro período em que venceram por (21-15).

Mas no segundo quarto, apesar do equilíbrio o Petro já com a lição bem estudada obrigou os “inexperientes” do Interclube a cometerem muitos erros, falando assim mais alto a experiência de Carlos Morais, Leonel Paulo, Olímpio Cipriano e Hermenegildo Mbunga que levaram a equipa ao intervalo com vantagem de quatro pontos (43-39).

Os “petrolíferos” voltaram a superar os dois últimos períodos, tendo vencido o terceiro quarto por 88-77 e o último quarto por 95-81.

Apesar da vantagem do Petro, Alexandre Jungo do Interclube foi o melhor marcador da partida com 25 pontos.

Com arbitragem de Osvaldo Neto, António Samuel e Fernando Seco, as equipas marcaram da seguinte forma:

Interclube – Gerson Domingos (02 pontos), Elmer Félix (11), Ngombo Rogério (08), Jonatão Ndjungo (06), Walter Tadeu (04), Paulo Barros (00), Abdel Gomes (06), Egido Ventura (10), Gilson Martins (06), Godalfim Freitas (02), Alexandre Jungo (25) e Inácio Chire (01)

Técnico: Alberto de Carvalhão “Ginguba”

Petro de Luanda – Kendall Gray (06), Olímpio Cipriano (18), Childe Dundão (07), Carlos Morais (22), Joaquim Pedro (02), Erickon Silva (00), Leonel Paulo (12), Aboubakar Gakou (00), Hermenegildo Mbunga (07), Benvindo Quimbamba (00), Gerson Gonçalves (19) e Aldemiro João (02)

Técnico: Lazare Adingono

Sapo

Tags
Mostrar Mais

Ernesto

Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button