Ciclone IDAI força adiamento do campeonato Moçambicano de Futebol

A Liga Moçambicana de Futebol decidiu adiar o arranque do campeonato, que estava marcado para o dia 30, devido à devastação provocada pelo ciclone IDAI, anunciou a entidade.”Foi decidido o adiamento do início do Moçambola, que estava indicado para 30 de Março”, disse Ananias Couana, presidente da LMF, em conferência de imprensa.

“A prova só vai começar quando as condições estiverem normalizadas”, acrescentou.A região centro, que está a sofrer os efeitos do ciclone IDAI, alberga várias equipas que vão participar no Moçambola e que estão integradas no grupo do “centro/norte”, um dos dois em que o campeonato moçambicano de futebol estará este ano dividido, com oito equipas cada.

Além do “centro/norte”, o campeonato será também disputado pela “região sul”, igualmente composto por oito equipas.O balanço provisório da passagem do ciclone IDAI ( até sexta-feira) é de 557 mortos, dos quais 242 em Moçambique, 259 no Zimbabué e 56 no Malawi.

O ciclone afectou pelo menos 2,8 milhões de pessoas nos três países africanos e a área submersa em Moçambique é de cerca de 1.300 quilómetros quadrados, segundo estimativas de organizações internacionais.A cidade da Beira, no centro litoral de Moçambique, foi uma das mais afectadas pelo ciclone, na noite de 14 de Março, e a ONU alertou que 400.000 pessoas desalojadas.

Jornal dos Desportos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *