Desporto

Girabola2019/20: Petro vence e “encosta-se” ao lider

Luanda - O 1º de Agosto foi incapaz de impedir a eficácia goleadora do Petro de Luanda, ao perder sábado, em Luanda, por 0-2, no jogo da 11ª jornada do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão (Girabola2019/20), disputado, no quase lotado, Estádio 11 de Novembro.

  • Girabola2019/20 – 1º de Agosto – Petro
  • Girabola2019/20: Jogadores do Petro festejam vitória sobre 1º de Agosto

Pautado pela tónica do equilíbrio, os tentos do 79 clássico foram marcados por Dany e Isaac Mensá, aos 42 e 80 minutos.

Como era de se esperar, inicialmente foram os angostinos a tomarem as rédeas do desafio, com Ary Papel a cruzar para a baliza dos petrolíferos. Em resposta, o oponente chega com alguma timidez na área contrária, aos cinco minutos.

Decorridos 10, o avançado Mabululu remata forte para defesa apertada do guarda-redes Élber do Petro. Aos 15, o mesmo jogador é incapaz de dar sentido positivo ao esférico, cruzado por um dos seus colegas.

O seu companheiro Ary Papel voltou a incomodar o reduto adversário, aos 17′. Tony faz a bola passar próximo da baliza do 1º Agosto, aos 20′, que provoca alguma inquietação nas hostes dos “militares”.

Na sequência, o Petro inaugura o placar, por via de um forte remate de Dany de fora da área da baliza adversária, aos 42′, apanhando de surpresa o guarda-redes Tony Cabaça, que apenas observou as redes a mexerem, para a desolação da ruidosa claque rubro e negra, em peso nas bancadas.

Desta, a partida chega ao intervalo com vantagem mínima para o Petro. No reatamento, os petrolíferos voltam a dar sinal de perigo na área agostina.

Aos 50′, Mabululu voltou a claudicar, não sendo capaz de aproveitar posição privilegiada na baliza do Petro. O Isaac rende Jacques na turma tricolor, aos 58′, seguindo mais uma falha de Mabululu, que poe a bola em cima da baliza do guardião Élber, numa situação de golo eminente.

O treinador Dragan Jovic também “mexeu” no plantel, com o mesmo Mabululu e Mongo a serem substituídos por Lionel e Kila, aos 64′. Da outra parte, o técnico Toni Cosano faz entrar Herenilson no posto de Tony, e Dolly no do “capitão” Job, aos 78′.

As substituições surtiram efeitos para o Petro, que chegou ao segundo golo, aos 80′, por Isaac, que aproveitou uma falha ou desentendimento entre o guardião Tony Cabaça e o seu companheiro Bobó.

Com a necessidade de virar o rumo dos acontecimentos, Jovic substituiu Paizo por Natael, aos 82′.

Já na fase derradeira, apesar da pressão do combinado “rubro e negro”, os tricolores conservam a superioridade no encontro, ajuizado pelo árbitro internacional Hélder Martins.

Com esta vitória, o Petro soma 26 pontos, na segunda posição da prova, contra 27 do líder 1º de Agosto. Mais de 40 mil espectadores estiveram no campo, que tem a capacidade de 50.

No histórico dos confrontos entre estes dois contendores mais titulados da competição, os petrolíferos levam vantagem (32 vitórias) contra 25 dos agostinos. Regista-se ainda 22 empates.

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button