AngolaDesportoDestaque

Wakanda FC carimba passaporte para o Brasil

Na mais prestigiada prova global de futebol salão promovida pela Red Bull e apadrinhada pelo internacional brasileiro do PSG, os angolanos vão juntar-se aos representantes de 60 países, num total de 600 jogadores.

Wakanda FC carimba passaporte para o Brasil
Wakanda FC carimba passaporte para o Brasil

Fotografia: DR

Três anos depois, a equipa constituída por Ronaldo Adriano, João Josemar “Mahrez”, Reginaldo Rodrigues “Mure”, Ednar dos Santos “Nery Bá”, Ronaldo Adriano, Leandro Azevedo “Leo Pocker” e Flávio Morais “Alarcon”, orientados tecnicamente por João Agostinho, desalojaram a equipa Fúria da Bola, que durante dois anos foi dominadora da prova em Luanda.
Na quadra de jogos Manuel Berenguel, da Rádio Nacional de Angola, os actuais campeões começaram a desenhar a sua trajectória depois de terem eliminado, na meia-final, os então detentores do título, por 4-0, pondo fim ao reinado dos Fúria, que viram morrer na praia o sonho de chegar ao Brasil pelo terceiro ano consecutivo.
Na final, encontrou a similar do Estrela da Samba, numa partida com sentido único, onde os rapazes do município do Rangel foram superiores do primeiro ao décimo minuto, com vitória de cinco bolas sem resposta e deste modo carimbaram a presença no certame mundial.
Cerca de 1700 jovens, provenientes dos mais distintos bairros da capital, num leque de 250 formações, “discutiram” o tão almejado troféu mas o mérito recaiu para o Wakanda, pela regularidade que patenteou ao longo do torneio.
Em 2017, a Fúria da Bola conseguiu ficar no terceiro lugar do pódio, feito que a turma Wakanda promete tentar igualar, de acordo com o seu capitão Ednar dos Santos.
No final do torneio, em declarações à imprensa, Bruno Banha, director da Red Bull-Angola, felicitou os campeões e fez um balanço positivo do evento bem como avançou algumas novidades para a próxima temporada
“Pelo número que esta edição congregou o balanço só pode ser positivo, foi fantástico. Temos um novo vencedor e isso é interessante para o campeonato. Temos perspectiva de no próximo ano estendermos a competição para as outras províncias, nomeadamente Benguela, Huíla e Huambo”, revelou.
Na edição passada, durante a recepção das equipas, o diretor desportivo da Red Bull, Johnny Hurtle, classificou o evento como uma grande celebração do futebol, e mostrou-se orgulhoso pelo número record de participantes.
“Significa muito. Foi absolutamente fenomenal termos mais de 1.300 jogadores inscritos e interessados no evento, ter esse feedback de tantos países e saber que eles gostam. Nós não podemos esquecer que eles são jogadores amadores, e para eles, é a realização de um sonho, um presente”.
O Red Bull Neymar Jr’s Five é um torneio 5×5 com assinatura do craque Neymar Jr. É uma competição divertida, rápida e técnica, onde existe apenas uma regra especial: cada vez que é marcado um golo, a equipa adversária perde um jogador. O objectivo é superar toda a equipa adversária em menos de 10 minutos.
O torneio deste ano é composto por equipas de 5 a 7 jogadores, com idades entre os 16 e 25 anos. Em cada equipa é permitida a presença de no máximo dois jogadores com mais de 25 anos. A novidade para este ano foi a introdução de uma competição feminina para além do torneio misto.
Esta é uma competição global onde os participantes podem conquistar a oportunidade de representar o seu país e jogar contra as melhores equipas de cada um dos 60 países na Final Mundial na cidade brasileira de São Paulo, localidade de Praia Grande.
Em 2018, mais de 125 mil jogadores de 62 países lutaram pelo sonho de se tornar campeões mundiais. No final, duas equipas atingiram a glória máxima: Resenha 013, equipa feminina brasileira, e a masculina Deportivo Mago, do México. Quatro meses depois de lograrem o título, os vencedores foram recebidos pelo craque brasileiro, em Paris.

JA

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button