Eva Rap Diva junta mulheres num espectáculo solidário em homenagem à zungueira morta em Luanda

Por: Iraneth da Cruz

Em homenagem à Zungueira Jaquelina Cafrique foi morta na passada terça-Feira por esta ter tentado reaver o seu negócio que tinha sido apreendido, a cantora Eva Rap diva decidiu reunir algumas cantoras e juntas fazerem um espectáculo.

O evento solidário está marcado para Sábado, dia 16 de amanhã, na Avenida 21 de Janeiro proximo ao campo do Inter Club.

Em entrevista ao Platinaline, Eva contou que este show está incluindo na sua tourne “Mulher com Garra” , cujo patrocinador é a marca de bebida Tigra. A artista adiantou que esse show é para mostrar às pessoas que ela, tal como outras artistas, estão juntas na luta da zungueira para que sejam respeitadas e tenham melhores condições de trabalho. A rapper fala da salvaguarda da defesa dos direitos da mulher da “zunga”, tal como qualquer cidadão da República de Angola deve ter.

DEVEMOS NOS PREOCUPAR COM O PROBLEMA DE TODOS

“O objectivo é ir para lá dar o show e dizer que estão ai porque o que aconteceu não é correcto e achamos que não se deve repetir, achamos que a nossa sociedade deve começar a dialogar mais e a preocupar-se mais com problemas de todos mesmo que não sejam os nossos”, disse Eva.

NUNCA FOI AGREDIDA FISICAMENTE, MAS É PATRIOTA

A artista ressaltou o facto de ter cantado pela primeira vez o dilema de agressões contra zungueiras. Acresceu que a primeira vez que num programa de televisão falou sobre esse assunto, deixou claro que nunca foi agredida por um policia e nem nunca foi zungueira, mas como angolana que é, e patriota, preocupa-se com os problemas que afectam às pessoas da sua pátria.

“Isso não tem acontecido grande parte das vezes, teve que morrer essa mulher para que a sociedade civil se manifestasse contra o que aquele policia fez”, disse ERD.

CHEGA DE FALAR NA INTERNET

A conhecida cantora fala do excesso policial ao considerar que “não precisávamos ir até ai, eu já me pronunciei muitas vezes na internet, então dessa vez já não quero mais me pronunciar na Internet, quero fazer algo mais, quero ir ao local estar com as pessoas. Pedir um minuto de silêncio para homenagear, dialogar, e através da nossa música levar uma mensagem positiva de paz de amor e de força às pessoas”, finalizou Eva Rap Diva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *