DestaquePolítica

João Pinto contra suspensão de Tchizé

O vice-presidente do Grupo Parlamentar do MPLA, João Pinto manifestou-se contra a decisão do Comité Central do seu partido, que aprovou nesta sexta-feira (7), a suspensão deste órgão da deputada Welwitschea José dos Santos “Tchizé”.

Crise interna no MPLA

João Pinto contra suspensão de Tchizé
João Pinto contra suspensão de Tchizé

No decorrer da 5ª Sessão Extraordinária do Comité Central, João Pinto que foi o único a abster-se do acto de votação contra a sua colega, argumentou que não era oportuno a suspensão de membros do Comité Central antes da realização do congresso, marcado para o próximo dia 15 de Junho.

Por sua vez, a Comissões de Disciplina e Auditoria (CDA), que levou o assunto a mesa, alegou que tem estado, desde fevereiro, a tentar comunicar-se com a deputada para ser ouvida mas sem sucesso. A CDA representada por Ana Paula Inês Ndala Fernando, revelou que ao chegarem na quinta convocatória decidiram levar o assunto da suspensão a esta reunião do Comité Central para aprovação. No entendimento dos responsáveis da CDA, a Welwitschea José dos Santos terá ignorado às suas convocatórias, uma vez que eles recorreram ao deputado João Pinto para que mediasse nas comunicações.

Dentre os participantes da reunião quem pediu a palavra para apoiar a proposta da Comissões de Disciplina e Auditoria (CDA), foi o antigo Vice-Presidente do MPLA, Roberto de Almeida, secundado pela Secretaria geral da OMA, Luzia Inglês e por Anabela Alberto dos Santos Dinis, ex-deputada e antiga secretaria provincial da JMPLA. A ministra da hotelaria Maria Ângela Teixeira de Alva Sequeira Bragança fez o mesmo apresentando uma exposição a volta da suspensão da filha do antigo líder José Eduardo dos Santos.

Contrariando tudo e todos, o antigo embaixador angolano na Alemanha, Alberto Correia Neto pediu também a palavra, não para apoiar suspensão mas para pedir a expulsão de Tchizé dos Santos, das fileiras do partido que sustenta o governo em Angola. Os militantes rejeitaram categoricamente a proposta do também general na reforma.

Por fim, a reunião aprovou a instauração de um processo disciplinar e a aplicação da medida de suspensão da qualidade de membro do Comité Central, de acordo com o Artigo 35.º dos Estatutos do MPLA, a deputada Welwitschea José dos Santos, por alegada “conduta que atenta contra as regras de disciplina à luz dos Estatutos e do Código de Ética Partidária.”

Durante os últimos meses, Tchizé dos Santos fez pronunciamento nas redes socias indicando disponibilidade para contestar a legalidade da realização do VII Congresso Extraordinário do partido marcado para 15 de Junho. Agora, na condição de suspensa, a deputada, segundo apurou o Club-K, fica impedida de participar no conclave que vai reafirmar a liderança e a estratégia do Presidente João Lourenço.

Fonte: Club-k.net

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button