DesportoDestaque

Petro goleia o Kabuscorp e pressiona o 1º de Agosto

O Petro de Luanda encostou-se, ontem, ao 1º de Agosto na liderança do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola’2018/19, ao golear o Kabuscorp do Palanca, por 4-1, com “hat trick” do brasileiro Tiago Azulão e Mateus, pelos tricolores, e Dani pelos palanquinos.

Tricolores cilindram equipa do bairro Palanca e encostam ao tricampeão na classificação
Fotografia: Santos Pedro | Edições Novembro

O Petro de Luanda, à Toni Cosano, construiu o resultado ainda na primeira parte, com o goleador Tiago Azulão a ser o carrasco da formação do bairro Palanca, com golos aos seis, 11 e 37 minutos, num período da partida em que os jogadores do Kabuscorp pareciam estupefactos com o desenrolar negativo dos acontecimentos e não encontravam o antídoto para travar a avalanche ofensiva dos tricolores.

No reatamento, a formação tricolor manteve a postura, mas foi o Kabuscorp que soube reagir já na ponta final, à procura de reduzir a desvantagem, o que veio a acontecer aos 78 minutos, numa jogada construída pelo veterano Doutor Lami, que se desembaraçou de dois defesas do Petro e assistiu com peso, conta e medida para Dani colocar a bola no fundo das malhas à guarda do guarda-redes Elber.
O Kabuscorp aumentou a pressão à procura do segundo golo, mas já faltava o discernimento, em função do desgaste físico dos seus jogadores, ao passo que os tricolores optaram pela gestão da posse de bola, mas numa jogada de contra-ataque Mateus “fechou o caixão”.
O Interclube recebeu e venceu o Recreativo do Libolo, por 1-0, no Estádio 22 de Junho, para confirmar a sacudidela na crise de resultados que imperava até à 22ª jornada, sendo segundo triunfo consecutivo, depois de ter ganho ao Progresso na ronda anterior, por 2-1. Numa partida em que imperou o equilíbrio, com os “polícias” a aproveitarem uma das poucas oportunidades criadas. O Libolo tentou, no mínimo, a igualdade, mas os anfitroões souberam conservar a vantagem.
Quem regressou aos triunfos foi o Sagrada Esperança que confirmou o favoritismo na recepção ao Recreativo da Caála, ao passo que ASA e Académica do Lobito não foram além do empate a um golo, com os aviadores a não conseguirem tirar proveito do facto de jogarem no seu reduto, para se afastarem da zona de despromoção. Para os “estudantes” do Lobito o empate tem sabor à vitória.
No Estádio 4 de Janeiro, o Santa Rita de Cássia FC tirou partido do factor casa para desfeitear o Cuando Cubango, por uma bola sem resposta, e vai ganhando terreno na fuga aos lugares da zona vermelha.

1º de Agosto quer desfazer parceria

O 1º de Agostovai procurar desfazer, hoje às 17h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro, a parceria com o Petro de Luanda na liderança do campeonato, quando defrontar o Saurimo FC no encerramento da jornada, numa tarde que inscreve ainda o desafio entre Bravos do Maquis e Sporting de Cabinda, não disputado ontem devido à chegada tardia dos leoninos à cidade do Luena.
O tricampeão nacional é claramente favorito na recepção aos lindas e vão procurar confirmar o estatuto, sem sobrancerias e subestimação do opositor, que nesta semana realizou apenas um treino, depois de uma curta greve desencadeada na segunda-feira. Mas, o capitão Dudu, da formação lanterna vermelha da competição, ameaça contrariar os militares com a pretensão de conquistar os três pontos.
No Luena, o Bravos do Maquis também vai tentar confirmar o favoritismo que o factor casa lhe confere, mas vai ter de suar para ultrapassar a aguerrida formação de Cabinda, que ambiciona “roubar” pontos aos anfitriões, num desafio que promete ser equilibrado.

Tags
Mostrar Mais

Ernesto

Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button