DestaqueJustiça

Procuradoria está focada na recuperação coerciva

A Procuradoria-Geral da República (PGR) está focada nas diligências de processos que visam a recuperação coerciva de fundos desviados do Estado pelos gestores públicos, anunciou, ontem, no Lubango, o procurador-geral da República.

Procuradoria está focada na recuperação coerciva
Procuradoria está focada na recuperação coerciva

Pitta Groz orienta reunião da Magistratura do Ministério Público
Fotografia: Arimateia Baptista | Edições Novembro | Lubango

Hélder Pitta Groz, que trabalha no Lubango, onde orienta a reunião do Conselho Superior da Magistratura do Ministério Público, admitiu que a recuperação coerciva de capitais desviados do Estado continua a atarefar a PGR.
“Uma vez que o prazo do repatriamento voluntário de capitais já excedeu em Dezembro, agora estamos na fase da recuperação coerciva de activos desviados. Este processo irá depois para os tribunais para que possa decidir sobre bens patrimoniais de alguns cidadãos suspeitos”, disse o procurador-geral da República, sem revelar nomes e montantes implicados.
Hélder Pitta Groz esclareceu que o trabalho da PGR continua em estreita colaboração com os órgãos de investigação criminal do Ministério do Interior e, em alguns casos, a Procuradoria faz a investigação.
O magistrado informou que o mediático caso de suspeita de desvio de 500 milhões de dólares, cuja instrução já está concluída, foi encaminhado para o tribunal, que nos próximos dias pode dar início ao julgamento. Citou igualmente o processo que envolve o ex-ministro dos Transportes, Augusto Tomás, cujo julgamento começa na sexta-feira. Pitta Grós afirmou que o combate à corrupção em curso no país passa pela moralização da sociedade.

JA

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button