DestaqueEconomia

Concessão de créditos nas prioridades da nova administração do BPC

A concessão de crédito, devidamente suportado por garantias, com capacidade de reembolso por mutuários, consta das prioridades do novo Conselho de Administração do Banco de Poupança e Crédito (BPC).

Concessão de créditos nas prioridades da nova administração do BPC
Concessão de créditos nas prioridades da nova administração do BPC

PCA DO BPC, ANDRÉ LOPES

FOTO: ROSÁRIO DOS SANTOS

De acordo com o presidente do Conselho de Administração do BPC, António André Lopes, que falava à imprensa, no termo da tomada de posse do novo Conselho de Administração da instituição, referiu que os bancos hoje têm que conceder créditos e não têm como contornar essa realidade.

De acordo com o responsável, é a principal missão do banco conceder créditos, e que possa de facto ser reembolsado.

Considerou ser necessário fazer do BPC uma instituição que participe nos esforços do desenvolvimento do país, e que seja verdadeiramente o caixa do tesouro, mas não um interno sorvedouro dos recursos públicos.

“Actualmente, segundo informações que temos, o banco possui um sistema informático bastante desadequado a estrutura e a dimensão da instituição. Um sistema muito aberto, permissível e que tem por isso muitas fragilidades”, referiu.

Por outro lado, informou que há também problemas relacionados com o capital humano, numa alusão ao excesso de trabalhadores na instituição.

“Vai ser necessário fazer o ajustamento da estrutura dos recursos humanos, que pode passar necessariamente por dispensar alguns trabalhadores”, sublinhou.

Segundo afirmou, há práticas no mercado que permitem perfeitamente lidar com este tema de forma adequada, e acredita que existam trabalhadores em idade de reforma e idade próxima da reforma.

O novo Conselho de Administração, empossado pelo ministro das Finanças, Archer Mangueira, integra, além de António André Lopes, os administradores Victor Manuel de Faria Cardoso, Marília de Fátima Trindade Viana Poças, Cláudio Pinheiro Pinto Macedo e Emanuel Inocêncio Pitra Leopoldo.

António André Lopes é economista de formação e na lista dos vários cargos que ocupou se destacam o de presidente do Conselho Fiscal do Banco Keve (2003 a 2006), administrador do Banco Nacional de Angola (até 2010) e foi vice-Governador do Banco Central para a Supervisão Bancária (de 2010 a Fevereiro de 2015) e antes da sua nomeação como PCA do BPC actuava como Presidente do Comissão Executiva do Banco Yetu.

Entrou em 2000 na Assembleia Nacional como deputado do MPLA.

Angop

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button