Economia

EMIS desaconselha utentes a pedirem ajuda a terceiros

Luanda - A Empresa Interbancárias de Serviços (EMIS) registou, no decurso deste ano, 25 queixas de trocas de cartões multicaixa de pessoas que solicitaram ajuda a estranhos, anunciou hoje, em Luanda, o administrador executivo para área de controlo de fraudes, operações e gestão da relação, Joaquim Caniço.

Segundo o responsável, que falava à imprensa a propósito destas fraudes, no primeiro trimestre deste ano, a EMIS registou 12 queixas, no segundo 10 e no terceiro três queixas.

Esclareceu que o sistema de pagamento automático é seguro, mas o elo mais fraco neste processo é próprio utilizador que não acata as medidas de segurança, como a não partilha de senha, a solicitação de ajuda a terceiros, certificar que uma dada operação foi anulada com sucesso.

“Em caso de suspeita de uma operação em um Terminal de Pagamento Automático (TPA) ou num Caixa Automático (CA), alertou, o utente deve de imediato alterar o seu código PIN e em caso de troca ou furto do cartão deve de imediato ligar para os terminais 222 641 840 / 923 168 840 para pedir a anulação do cartão ou dirigir-se à agência do seu banco mais próxima”.

Número de operações na rede multicaixa

A EMIS, através dos bancos controla mais de cinco milhões de cartões e em 2018 registou 307,2 milhões de transacções, e 151 milhões de transacções nos TPA.

Em 2019, até Agosto, foram 222,2 milhões de transacções no CA e 122 milhões de transacções no TPA.

Estas opções resultaram em 2018 para o CA 1915 biliões de kwanzas, para o TPA foram 1877.9 biliões de kwanzas.

Em 2019, até Agosto, para o CA foi 1360.8 biliões de kwanzas e para o TPA 1542.2 biliões de kwanzas.

ANGOP

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button