Economia

Governo anuncia retomada das obras da barragem de Camacupa

Camacupa - As obras da barragem de Camacupa sobre o rio Cunje I, situadas a 82 quilómetros a Leste da cidade do Cuito, província do Bié, vão retomar logo que se levantar o Estado de Emergência, que vigora no país, face à pandemia da covid-19.

A garantia foi dada hoje (quarta-feira) pelo governador do Bié, Pereira Alfredo, quando intervinha no lançamento de obras do Programa Integrado de Intervenção nos Municipal (PIIM), negando assim especulações que davam conta da sua paralisação até próximo ano.

Pereira Alfredo asseverou que, por este motivo, as autoridades locais decidiram inscrever a mesma obra no PIIM e que, neste momento, aguarda apenas o levantamento definitivo do Estado de Emergência, caso o país não registe transmissão/circulação comunitária da covid-19.

Relativamente à distribuição de água potável, o governador admitiu haver possibilidade, num futuro breve, de se construir um sistema de captação, tratamento e distribuição deste precioso líquido às comunidades de Camacupa, um projecto já aprovado.

Saliente-se que as obras de restauro da barragem hidroeléctrica do rio Cunje I, do município de Camacupa, estão paralisadas há mais de três anos, por razões financeiras, estando agora inseridas no PIIM.

Com capacidade para produzir 10 megawatts, o empreendimento vai melhorar o fornecimento de energia eléctrica às populações, uma vez que, actualmente, o município conta com uma central térmica de 3.1 megawatts, que abastece mais de três mil famílias, o que não satisfaz a demanda, que são mais de 100 mil habitantes.

A barragem hidroeléctrica do Cunje I foi destruída durante o conflito armado que o país viveu. Fornecia, até 1992, energia eléctrica aos municípios de Catabola, Camacupa e Cuito.

O investimento, iniciado há mais de cinco anos, está avaliado em 12 milhões de euros, através do Banco Mundial.

No Bié, o Governo Provincial definiu a educação, saúde, construção de infra-estruturas viárias e de lazer para juventude como áreas prioritárias do PIIM, lançado a 28 de Junho de 2019, na capital do país, pelo Presidente da República, João Lourenço.

Prevê a concretização de 236 projectos de vias de comunicação, repartidos pela colocação de asfalto, reabilitação e terraplanagem de estradas, a instalação e reparação de pontes, entre outros.

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Jovem Empreendedor , Sonhador , Estudante Do Curso de Técnico De Informática, Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button