Economia

Ministra quer maior rigor na gestão do OGE 2020

Luanda - A ministra das Finanças, Vera Daves, pediu, nesta quinta-feira, em Luanda, maior rigor na gestão do Orçamento Geral do Estado (OGE)/2020, que prevê receitas e despesas na ordem dos 15.9 biliões, mais 4.5 biliões do que o de 2019.

Em declarações à imprensa, após a reunião plenária extraordinária do parlamento angolano que votou o OGE 2020, com 132 votos a favor (MPLA), 50 contra (UNITA e CASA-CE) e duas (2) abstenções do PRS, referiu que agora o Executivo vai provar aos partidos da oposição ser possível a execução do orçamento previsto e melhorar, gradualmente, as condições de vida dos cidadãos angolanos.

“Agora é responsabilidade do Executivo a todos os níveis, órgãos da estrutura central e locais,  darem o melhor de si, para que os cidadãos angolanos sintam no seu dia-a-dia, os efeitos positivos da execução do OGE”, exortou Veras Daves.

A governante reiterou, de igual modo, que o Executivo vai honrar com os compromissos  financeiros assumidos com os credores e, de forma progressiva, reduzir os stocks da divida  para se poder libertar, com o passar dos anos, os recursos financeiros para as despesas  regulares, mas com foco nas despesas de capital e na satisfação social dos cidadãos.

Admitiu que o OGE para 2020, é o possível, diante das circunstancias económicas financeiras que o país vive.

“Será um OGE muito concentrado naquilo que é a disponibilidade possível”, reiterando prioridade para o sector social e a melhoria do ambiente de negócios, para que o sector privado ajude no crescimento da economia do país.

No seu entender, se todos forem rigorosos e disciplinados, ser íntegros, honestos, o abandono das práticas menos boas, que encarecem também os bens e serviços, os recursos do OGE para 2020, serão muitos para as necessidades que devem ser satisfeitas, em prol da população.

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Jovem Empreendedor , Sonhador , Estudante Do Curso de Técnico De Informática, Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button