Economia

Navios cruzeiros podem atrair investimentos

Luanda - A atracagem de navios cruzeiros no país, à semelhança do Navio de Cruzeiro “Seabourne”, que acabou de atracar esta manhã no Porto de Lunada, contribui para a divulgação da imagem de Angola no mundo, declarou hoje o director nacional da promoção turística e reservas, Lukene Araújo.

Ao falar momento após a chegada do Seabourne”, o director Seabourne” sublinhou os navios cruzeiros fomentam o desenvolvimento do turismo nacional e ajudam a atrair novos investimentos para o país.

Seabourne é um navio cruzeiro, proveniente da África do Sul, com 397 turistas, a bordo, 21 nacionalidades distintas, com maior relevo para os americanos.

Para Lukene Araújo, a vinda de cruzeiros ao país é um indício de que Angola está na rota dos navios e a despertar o interesse de turistas estrangeiros, o que é salutar, uma vez que o turismo divulga as potencialidades do país.

Reconheceu que o sector do turismo em Angola enfrenta várias dificuldades, sendo que a captação de mais investimentos e o estabelecimento de políticas capazes de atrair parcerias credíveis fazem parte das necessidades actuais, que podem ser minimizadas com actividades do género.

Por sua vez, o director-geral da agência de viagens “TravelGest”,José Cabral, salientou que, apesar das dificuldades, o turismo desempenha um papel fulcral no desenvolvimento da economia angolana, por haver potencial suficiente para alavancar essa indústria e arrecadar receitas, com a participação do empresariado estrangeiro.

Na ocasião uma turista, dos Estados Unidos da América, Amber Lima Jason, frisou que  gostou de conhecer Angola e consegue perceber que o país tem potencial suficiente para crescer no que toca ao turismo e em outras vertentes.

Enquanto estiverem em terra, os turistas irão efectuar um “tour” por vários pontos turísticos da cidade de Luanda, nomeadamente o Palácio de Ferro, Fortaleza de São Miguel, Igreja dos Remédios, Igreja Nossa Senhora da Nazaré, Museu da Antropologia, Ilha do Mussulo, Ilha de Luanda, Monumento do Soldado Desconhecido.

Uma comissão Técnica Multissectorial de Apoio aos Navios, coordenada pelo Ministério do Turismo, em parceria com a Travelgest,  procedeu à recepção dos visitantes que passarão o dia na capital, para conhecer diversas atracções turísticas.

O  “Seabourne” já escalou o país, em 2014. É o 38º navio de cruzeiro a escalar Angola, desde Outubro de 2012, no âmbito da promoção do turismo nacional.

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Jovem Empreendedor , Sonhador , Estudante Do Curso de Técnico De Informática, Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button