Economia

SAMAP distribui sementes agrícolas aos camponeses

Sumbe - Pelo menos três mil e 378 toneladas de sementes de milho, feijão e batata-rena estão a ser distribuídas as famílias camponesas do Cuanza Sul, no âmbito do Projecto de Desenvolvimento da Agricultura e Comercialização (SAMAP).

Cuanza Sul: Campo agrícola Honoré Cassinda, Coordenador do Samap

Além das 150 toneladas de fertilizantes do tipo NPK 12-24-12, constam também a distribuição de 50 toneladas de amónio e igual quantidade de ureia.

O coordenador do projecto SAMAP, Honoré Cassinda, assegurou igualmente a distribuição de instrumentos agrícolas, como charruas, enxadas, catanas, motobombas e pulverizadores, visando potenciar as três mil e 120 famílias camponesas.

Honoré Cassinda alertou que a chegada tardia dos inputs agrícolas importados atrasa a sua distribuição aos camponeses e compromete a agricultura familiar dos assistidos pelo programa.

O projecto é do Ministério da Agricultura e Florestas, executado pelo Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA), cujo lançamento no Cuanza Sul aconteceu em 2018 para um período de sete anos nos municípios da Conda, Cassongue, Cela, Amboim e Quibala.

A fonte apontou como dificuldades “localizar” sementes de boa qualidade e encontrar fornecedores capazes de canalizar os inputs aos agricultores muito antes do início da época agrícola.

Como solução o responsável espera que pelo menos três meses antes do lançamento da campanha agrícola os inputs estejam na posse da coordenação para facilitar a planificação e distribuição, visto que pretendem apoiar 33.544 famílias camponesas até 2024, bem como criar bancos de sementes por parte dos assistidos.

“Este é segundo ano da implementação do projecto com algum atraso, por isso estamos a correr para recuperar o tempo”, rematou.

Relativamente o número de hectares programados pelo SAMAP até 2024, Honoré Cassinda informou que não há uma definição por ser um projecto de desenvolvimento.

Para este ano agrícola, inserido no referido projecto, estão preparados 200 hectares de terra aráveis nos municípios de Amboim, Cassongue, Conda e Cela.

O Projecto de Desenvolvimento da Agricultura e Comercialização (SAMAP) iniciado em 2018 com um período de execução de sete anos visa apoiar 33.544 famílias camponesas com milho, feijão, batata-rena e hortícolas, bem como formar cinco mil e 600 famílias nas escolas de campo e 560 famílias na irrigação das suas culturas.

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button