Educação

Mais de cinco mil jovens formados pelo Inefop empregados em 10 anos

Cinco mil e 40 jovens, dos 21 mil e nove formados de 2008 a 2018 pelo Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (Inefop), na província de Benguela, conseguiram o primeiro emprego durante este período, com realce para os sectores da construção civil, comércio, agronomia e prestação de serviços.

Mais de cinco mil jovens formados pelo Inefop empregados em 10 anos
Mais de cinco mil jovens formados pelo Inefop empregados em 10 anos

JOVENS FREQUENTAM CURSO DE CORTE E COSTURA (ARQUIVO)

FOTO: DINIZ SIMÃO

Essa informação foi avançada hoje, no município da Ganda, pelo director provincial do Inefop, António Manuel Paulo, durante um encontro com mais de 200 jovens da circunscrição, no âmbito do dia da juventude angolana, comemorado neste domingo (14).

Na mesma senda, disse que as casas de digitalização de documentos, fotocópias e outros serviços informáticos, também têm absorvido uma quantidade razoável de mão-de-obra jovem em Benguela.

O responsável recordou que existem políticas de Estado para inserção da juventude no mercado do emprego, cabendo ao Inefop velar pela redução do desemprego no país, através da criação de centros de formação profissional, onde a juventude tem prioridade.

“Há estágios profissionais criados junto das empresas para os jovens formados nos centros do Inefop e incentivamos as entidades estatais e privadas a comunicarem as vagas de emprego existentes, em função das suas necessidades. Ao Inefop, cabe a responsabilidade de seleccionar os jovens com os perfis adequados”, explicou.

Nesta perspectiva, disse que os jovens têm sido encaminhados a essas empresas para sua inserção no mercado de trabalho, cumprindo com uma das políticas essenciais do Estado para com o bem-estar social da juventude.

Aconselhou a juventude a criar um espírito empreendedor, o que deve passar pela esquematização do que cada um sabe e pode fazer, sem depender de créditos bancários ou doações.

Na ocasião, referiu que cursos de pedreiro, canalização, serralharia, sapataria, corte e costura, mecânica auto, electricidade, bate-chapa e outros de formação itinerante foram ministrados em 15 unidades formativas fixas e móveis criadas nos municípios da Ganda, Cubal, Benguela, Lobito, Caimbambo, Catumbela, Chongoroi e Balombo.

Agop

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button