Entretenimento

Cabingano Manuel fala sobre algumas novidades da segunda temporada do “Na Lente”.

Considerado pelo público angolano e pelos seus promotores como um programa de jornalismo em profundidade que aborda temas inéditos, muitos dos quais, ainda tabus na sociedade angolana, nunca antes exibidos na televisão. Cabingano Manuel jornalista que tem mergulhado com profundidade na reportagem, cujos resultados foram visíveis na primeira temporada, falou sobre as novidades que o público poderá esperar da segunda temporada do “Na Lente com Cabingano Manuel”.

FEITIÇARIA ESTARÁ “NA LENTE”

“Encerramos a primeira temporada em Dezembro de 2018, e ao longo destes quatro meses, a pergunta que não quer calar e que não paro de ouvir em todos os lugares por onde passo é; Cabingano, quando é que o Na Lente volta a ser exibido? Portanto, vamos abrir este ano de forma muito especial e nos próximos dias vamos anunciar quando é que o programa voltará” explicou o jornalista que acrescentou: “Por uma boa razão o primeiro episódio vai certamente levar-nos a reflectir bastante sobre este fenómeno da feitiçaria e dos rituais considerados perigosos para aquilo que é a existência humana. Então, peço que esperem porque nos estamos a prepara com muito carinho e essa esta a demorar é porque vai cuia”, adiantou o profissional da TPA.

“AS JARDADAS NÃO FALAM COMIGO”

Sobre o premio arrebatado na segunda edição dos prémios Angola Comunica, o investigador destacou que o troféu é muito especial porque serve para premiar aquilo que decidiram fazer que é a reportagem.

“ E como não há repórter sem uma equipa de reportagem, está de parabéns toda equipa porque nós decidimos desafiar-nos em fazer um conteúdo que fosse diferente daquilo que estamos habituados a ver na televisão e mergulhar em profundidade na reportagem. Os resultados são os que todos conhecemos. As jardadas não falam comigo, alguns líderes religiosos chateados, mas o povo está satisfeito porque estamos a prestar um bom serviço público de informação e o “Na Lente” é exactamente isso. É também cidadania”, fez saber o apresentador de televisão

Platina Line
Por: Stella Cortêz
Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button