Entretenimento

Depois de Angola, SSP prepara-se para realizar grande Show ao vivo em Maputo

SSP, um dos mais respeitados e aclamados grupos de rap, líder de uma grande audiência mesmo com carreiras a solo, e proprietários de vários sucessos, preparam-se para pisar em território moçambicanos para proporcionar aos seus fãs da cidade local um grande show que promete levar os mesmo a uma verdadeira ‘viagem ao passado’, um espectáculo marcado para o próximo dia 31 de Agosto, do ano em curso, no Campo de Maxaquene, em Maputo.

Depois de Angola, SSP prepara-se para realizar grande Show ao vivo em Maputo
Depois de Angola, SSP prepara-se para realizar grande Show ao vivo em Maputo
Após vários pedidos, depois de proporcionarem aos angolanos um show ao vivo para recordar a ‘década de ouro’ dos anos 90, inicio do hip-hop nacional, com as canções que marcaram as suas carreiras, Khuddy, Paul G, Jeff e Big Nelo, encontram-se de mala feitas para embarcar para cidade de Maputo, onde pretendem levar a população local a reviver os demais sucessos do grupo como “Canta comigo essa Keta” , “Não vale a Pena”, “Chama por mim”, entre outros. O espetáculo contará ainda com a participação dos artistas Moçambicanos mais emblemáticos.

O grupo que tem 28 anos de carreira, foram os pioneiros da música moderna angolana, e do Hip-Hop em específico, foram criadores de tendências, reinventado o negócio da música em Angola. Tiveram um efeito inegável na indústria que se sentiu obrigada a acompanhar o fenómeno criado pelos ‘meninos de ouro’ dos anos 90. SSP mudou completa e permanentemente quase tudo no Mercado musical nacional, desde a sua formação em 1991.

Vale relembrar que os SSP foram criados inicialmente na Alemanha onde residia Big Nelo, a partir do convívio dos jovens integrantes da banda. O grupo lançou-se depois em Angola em 1992, com um estilo musical marcado pelo rap e influenciado por vários outros géneros musicais (jazz, soul, funk, salsa e ragga). Inicialmente a sua actividade incidia principalmente em actuações ao vivo para comunidades e escolas, utilizando a música e a dança como elo entre as culturas africanas e ocidentais.

AngoRussia

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button