DestaqueNotíciasPolítica

FINALMENTE… EM PAZ

Dezassete anos depois, a família de Jonas Savimbi disse que vai ficar “finalmente em paz”, depois dos restos mortais do líder histórico e fundador da UNITA terem sido entregues formalmente aos familiares e ao partido.

FINALMENTE… EM PAZ
FINALMENTE… EM PAZ

Em declarações à Agência Lusa, Durão Sakaíta assegurou a família “ficará finalmente em paz” depois de sábado, dia das exéquias fúnebres do seu pai que decorrem na pequena localidade de Lopitanga, a cerca de 30 quilómetros do Andulo, no norte da província do Bié.

Durão Sakaíta, um dos filhos mais velhos de Savimbi, falava momentos após cerimónia oficial de entrega dos restos mortais de Jonas Savimbi à família e à UNITA, processo envolvido em grande polémica, só ultrapassada na passada quinta-feira, após intervenção do Presidente de Angola, João Lourenço, e consequente (mais, por enquanto, sem consequências) desautorização política do ministro Pedro Sebastião.

“Amanhã ficaremos em paz. Foram muitos anos de sofrimento e agora só queremos devolver a paz à nossa família”, disse o filho primogénito de Savimbi, evitando desta forma comentar a polémica desencadeada pelo coordenador da comissão multissectorial tripartida (Governo, família e UNITA), general Pedro Sebastião.

Pedro Sebastião, que é também ministro de Estado e da Casa de Segurança do Presidente da República, foi acusado pela UNITA de criar complicações desnecessárias ao recusar na terça-feira entregar os restos mortais de Jonas Savimbi na capital do Bié, Cuíto, tendo-os transportado do cemitério municipal do Luena (Moxico) directamente para o Andulo.

Ao fazê-lo, acusa a UNITA, Pedro Sebastião inviabilizou a cerimónia que o partido do Galo Negro tinha preparado no Cuíto, em que estiveram presentes, além de parte da numerosa família de Savimbi e da direcção da UNITA, cerca de 5 mil apoiantes do partido.

Hoje, Durão Sakaíta, furtou-se a qualquer comentário sobre o assunto, justificando tratar-se de um “momento de recolhimento”.

Os restos mortais de Jonas Savimbi encontravam-se desde terça-feira numa unidade militar no Andulo, tendo começado por ser depositados na casa mortuária do hospital local, onde família e UNITA confirmaram serem os restos mortais do fundador do partido, morto em combate em Fevereiro de 2002, após o que se procedeu à entrega formal da urna para a inumação, que decorrerá na manhã deste sábado.

O corpo de Jonas Savimbi será transportado hoje à tarde para Lopitanga, onde é aguardado por milhares de simpatizantes e onde será prestado um culto religioso por volta das 19 horas, seguido por um velório final.

Presentes no acto, além da família, estarão toda a direcção da UNITA, liderada por Isaías Samakuva, bem como dezenas de convidados, entre eles, João Soares, filho do ex-presidente português Mário Soares.

Folha 8 com Lusa

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button