Fly Skuad volta a realizar RRPL com público com lotação esgotada

 

Após seis meses de rompimento a portas fechadas, devido às medidas acauteladas para evitar a propagação da Covid-19, finalmente o vasto público dos Reis do Rompimento Primeira Liga voltou a ver ao vivo os gladiadores no maior confronto de rompimento a nível nacional.

Para a reabertura ao público nos quartos de finais desta 7ª temporada, Kanga-Dji e Paizão foram os responsáveis por levar no passado domingo, 20, ao Elinga Teatro, o grande público que, em apenas 24 horas, marcou a lotação dos 50 lugares reservados.

Em entrevista ao PLATINALINE, o visionário Fly Skuad fez saber que, para a reabertura ao público, foi pensada essencialmente na questão de biossegurança, estando no espaço um túnel de desinfecção, álcool em gel, termómetro e, no interior do espaço, o distanciamento físico, com apenas 50 lugares num espaço de 120.

“Na verdade, também ficamos um bocadinho tensos porque estamos a viver novos tempos, então, todo o cuidado era pouco a nível de contacto com quem estivesse lá, apesar de estarem criadas todas as condições de biossegurança,” disse.

Para a segunda parte dos quartos de final, no próximo dia 4 de Outubro, o também rapper frisou que a altura de colocar os Homens sempre em destaque está a terminar, porque as mulheres estão a se impor, facto satisfatório para o artista, pelo que, apoia a inclusão do género nos Reis do Rompimento Primeira Liga..

  • Adicione seu comentário