DestaqueInternacionalNotícias

Coligação liderada pelos EUA não confirma morte de líder do Daesh

A Rússia diz ter abatido o líder do Daesh mas o porta-voz norte-americano para a coligação anti-Estado Islâmico disse, esta sexta-feira, não poder confirmar as notícias da morte do líder do grupo extremista, Abu Bakr al-Baghdadi.

A declaração surgiu depois de a Rússia ter reclamado a morte de al-Bahdadi durante um ataque aéreo que atingiu uma reunião de líderes do EI, fora da base do grupo na Síria.

Numa declaração por e-mail, o porta-voz, Ryan Dillon, afirmou sexta-feira: “Não podemos confirmar estas informações neste momento”.
A Rússia disse hoje ter matado o líder do Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al-Baghdadi, num ataque aéreo a um local onde estavam reunidos líderes do grupo extremista, em Raqqa, na Síria.

Segundo o Ministério da Defesa russo, o líder do EI foi morto no final de maio juntamente com outros altos dirigentes do grupo.
Se se confirmar esta morte, será um grande sucesso para a Rússia, que lidera uma ação militar em apoio ao Presidente sírio, Bashar al-Assad, desde setembro de 2015.

A mesma fonte referiu que avisou os Estados Unidos do ataque, acrescentando que entre os líderes do EI estavam Abi al-Khadji al-Mysri, Ibrahim al-Naef al-Khadj e Suleiman al-Shauah.

Fonte: SIC Notícias

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button