Peter Tabichi, o professor queniano que foi considerado o melhor do mundo

O padre Peter Tabichi leciona numa escola onde 95% dos alunos são pobres e quase um terço são órfãos.

O padre Peter Tabichi leciona numa escola onde 95% dos alunos são pobres e quase um terço são órfãos.: Peter Tabichi, o professor queniano que foi considerado o melhor do mundo© Global Teacher Prize/Facebook Peter Tabichi, o professor queniano que foi considerado o melhor do mundo

Um professor de matemática e de física queniano, o padre Peter Tabichi, foi distinguido neste domingo com o prémio de melhor professor do mundo, segundo o Quartz. O galardão Global Teacher Prize foi atribuído pela Varkey Foundation num evento que decorreu no Dubai. A distinção é acompanhada de um prémio financeiro de um milhão de dólares (cerca de 880 mil euros).

Peter Tabichi deixou uma escola privada e foi trabalhar para a escola secundária Keriko, localizada na aldeia Pwani. Nesta escola 95% dos alunos são pobre e quase um terço são órfãos.

Consumo de drogas, gravidez na adolescência, desistências e suicídios são alguns dos problemas que o estabelecimento enfrenta com frequência. Além disso, tem apenas um computador, mau acesso à internet e poucos professores para a quantidade de alunos que tem.

No entanto, isso não impediu Peter Tabichi de contribuir para que os seus alunos de ciência ganhassem várias competições nacionais e que se qualificassem para uma competição internacional que vai ser disputada nos Estados Unidos.

Em 2017, apenas 16 dos 59 alunos da escola foram para a universidade. No ano passado, esse número aumentou para 26 alunos. O professor doa ainda 80% do seu salário para ajudar os alunos a comprarem livros e os uniformes, algo que não conseguiriam fazer de outra forma.

No seu discurso de agradecimento, o padre Peter Tabichi frisou que o Global Teacher Prize demonstra que os “professores têm importância” e que ser “professor é uma profissão nobre”.

“Os jovens de África não voltarão a ser travados por baixas expectativas”, acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *