DestaqueInternacional

Vladimir Putin e Kim Jong-un analisam a desnuclearização

O Presidente russo, Vladimir Putin, disse ontem, em Vladivostok, extremo oriente do país, que a Coreia do Norte está pronta a avançar para a desnuclearização, mas que precisa de sérias garantias de segurança para o fazer.

Vladimir Putin e Kim Jong-un analisam a desnuclearização
Vladimir Putin e Kim Jong-un analisam a desnuclearização

Cidade do extremo oriente da Rússia testemunhou encontro
Fotografia: DR

“É possível (…) a Coreia do Norte precisa de garantias de segurança, isso é tudo”, disse Putin, em conferência de imprensa, após o encontro com o líder norte coreano, Kim Jong-un, na cidade de Vladivostok, na Rússia.
Vladimir Putin afirmou que “não há segredos” ou “conspirações” com os Estados Unidos sobre as conversas que manteve com o líder norte-coreano acerca da desnuclearização da península coreana, sublinhando que Moscovo e Washington partilham o interesse no desarmamento da Coreia do Norte.
Durante a recepção que ofereceu ao líder norte-coreano, Vladimir Putin assegurou que “não há alternativa” a uma solução pacífica na questão nuclear na península coreana e mostrou-se disposto a uma maior cooperação para reduzir as tensões entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul.
“Partimos do facto de que não há e não pode haver uma alternativa à solução pacífica da questão nuclear e aos outros problemas da região”, disse Putin. O Chefe de Esta-do russo manifestou-se disponível para aumentar a cooperação com Pyongyang no sentido de reduzir as tensões na península coreana, afirmando que “juntos podem mover montanhas.”
“Estou convencido de que a chave do sucesso está bem aqui”, vincou Vladimir Putin, acrescentando, “com a participação activa da comunidade internacional, de todos os países interessados, alcançaremos com segurança os objectivos de garantir uma sólida paz, estabilidade e prosperidade na península coreana.”
A cimeira entre os dois líderes ocorreu numa altura em que a Coreia do Norte procura novos apoios internacionais para o seu braço de ferro com os Estados Unidos da América.
A última vez que um líder da Coreia do Norte se reuniu com um homólogo russo foi há oito anos, quando Kim Jong-Il (pai do actual dirigente norte-coreano) se encontrou com Dmitri Medvedev, o actual Primeiro-Ministro russo.
A reunião entre os dois dirigentes surge dois meses após a segunda cimeira entre Kim Jong-un e Donald Trump, em Fevereiro, no Vietname, que ficou marcada pelas exigências da Coreia do Norte de um maior alívio das sanções impostas pelos Estados Unidos em troca do desarmamento nuclear.

JA

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button