Luzes da Pista Falham e Habitantes Usam Faróis Para Avião Aterrar Em Alasca

 

A comunidade remota de Igiugig, no estado norte-americano do Alasca, fez quase um milagre quando se juntou para salvar a vida de uma criança. Uma equipa de evacuação médica tinha sido chamada ao local, mas quando se preparavam para aterrar descobriram que a pista não tinha luzes para servirem de guia.

Segundo explicou a chefe da tribo local, Ida Nelson, à CNN, a vila de cerca de 70 pessoas fica a 450 da cidade mais próxima. Então os residentes lembraram-se de uma solução criativa para ajudar a equipa médica a dar a volta à situação.

Dezenas de habitantes reuniram carros e várias Moto4 e acenderam os faróis para iluminar a pista de aterragem. Todos se alinharam de um dos lados da pista, cada um no sítio onde estaria a luz original.
Em 20 minutos estavam no local 20 veículos, com condutores com idades entre os 8 e os 70 anos.

O avião conseguiu aterrar, recolher o paciente e partir em direção ao hospital. A criança ficou internada no hospital de Anchorage e está estável. Para Ida o esforço conjunto foi “uma coisa normal de acontecer numa comunidade tão pequena”.

  • Adicione seu comentário