Polícia trava saída de mais de AKZ oito milhões para RDC

Efectivos da Polícia de Guarda Fronteira destacados na comuna fronteiriça do Luvo, município de Mbanza Kongo, província do Zaire, impediram, no último fim-de-semana, a saída para a República Democrática do Congo (RDC), de oito milhões e 350 mil Kwanzas, por suposta transgressão cambial.
Polícia trava saída de mais de AKZ oito milhões para RDC

O porta-voz do Comando Provincial do Zaire da Polícia Nacional, inspector-chefe Luís Bernardo, disse em declarações hoje à Angop, que o montante foi encontrado em posse de três cidadãos nacionais que pretendiam transpor a fronteira com o pretexto de desalfandegar viaturas a partir daquele país vizinho.

“Os valores estavam a ser transportados em mochilas e foram detectados após trabalho de vistoria levado a cabo pelos efectivos da polícia de guarda fronteira estacionados na fronteira”, explicou a fonte.

Esta é a quinta vez que a polícia nacional frustra a saída de valores monetários para a RDC, desde o princípio deste ano. A última aconteceu no princípio deste mês e foram apreendidos quatro milhões e 840 mil Kwanzas.

À luz do aviso nº 01/16, de 12 de Abril, os cidadãos residentes cambiais e não residentes são permitidos a transportar para fora do país, 50 mil Kwanzas

Por outro lado, o porta-voz da corporação informou que, nos últimos sete dias, foram apreendidos na comuna do Luvo, três mil e 800 litros de combustíveis por suposto contrabando de derivados de petróleo.

O produto, entre gasóleo (dois mil e 50 litros) e gasolina (mil e 750 litros) estava a ser transportado para a vizinha República Democrática do Congo.

A comuna do Luvo dista a 60 quilómetros a Norte da cidade de Mbanza Kongo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *