CASA-CE pede coesão entre os militantes

O vice-presidente da CASA-CE, Alexandre Sebastião André, apelou quinta-feira, nesta cidade, aos militantes da Coligação no sentido de primarem pela coesão, com vista a acabar com as possíveis desavenças decorrentes da mudança de líder.

CASA-CE pede coesão entre os militantes
CASA-CE pede coesão entre os militantes

O político fez esse apelo após ter empossado o novo secretário executivo provincial adjunto da CASA-CE em Malanje, Moisés Mateus Caculo, referindo que a Coligação é constituída por vários partidos políticos e outras entidades, por isso é imperiosa a união para que juntos possam alcançar os objectivos preconizados.

Realçou que a Coligação continua a almejar a assumpção do poder governativo do país, por isso reitera a sua luta por essa causa, pelo que está a trabalhar para ombrear com os partidos tradicionais na disputada pela governação.

“O povo almeja encontrar um novo modelo de dirigir o país e a CASA-CE reúne as melhores condições para tal, onde há mais abertura, justiça, equidistância, porque não tem compromissos pessoais”, frisou, acrescentando ser uma organização do povo e para o povo.

Por outro lado, Alexandre Sebastião André reiterou a posição da Coligação na participação dos seus militantes nas eleições autárquicas e no apoio aos cidadãos independentes que reúnam condições e aceitação do povo para dirigir os municípios e demais circunscrições.

“A CASA-CE vai fazer o alistamento dos seus candidatos e daqueles que mesmo não sendo militantes se propõem a seguir as nossas ideias e queiram o nosso amparo político para participar das autarquias”, disse.

O vice-presidente desafiou ainda a direcção da Coligação a trabalhar para a conquista de mais lugares no parlamento nas eleições gerais de 2022, pois a CASA tem potencial para tal, rumo ao aumento do número de deputados para a sua bancada parlamentar.

ANGOP

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *