Política

Estabelecimento prisional de Cacanda regista superlotação

Dundo - Quinhentos e cinquenta presos, mais 70 que a capacidade normal, encontram-se no Estabelecimento Prisional de Cacanda, na Lunda Norte, uma situação que tem dificultado as acções de manutenção da segurança, da higiene e gestão da alimentação.

Estabelecimento prisional de Cacanda regista superlotação

06 Novembro de 2019 | 04h04 – Política

Dundo – Quinhentos e cinquenta presos, mais 70 que a capacidade normal, encontram-se no Estabelecimento Prisional de Cacanda, na Lunda Norte, uma situação que tem dificultado as acções de manutenção da segurança, da higiene e gestão da alimentação.

  • Reclusos

O director do referido estabelecimento prisional, José Neto, disse à imprensa que a instituição está a trabalhar com o Tribunal Provincial e a Procuradoria-geral da República, no sentido de acelerar os processos dos 211 reclusos detidos, dos quais 51 estrangeiros, maioritariamente da República Democrática do Congo.

Disse que está a ser igualmente analisado alguns casos, em que estão envolvidos cidadãos em crimes leves, como furto e roubo, que já têm grande parte da pena cumprida, a fim de serem soltos.

Dos 550 reclusos, 339 são condenados, 211 detidos, sendo 119 estrangeiros.

O estabelecimento localizada no bairro Cacanda, seis quilómetros da cidade do Dundo, conta com casas de passagem (masculina e feminina), dois refeitórios, blocos feminino e masculino, posto médico, sala de aulas, de informática, lavandaria, armazéns e um sistema moderno de vídeo vigilância.

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button