DestaquePolítica

João Lourenço e Makuta Nkondo “preparam” visita a uma aldeia de carro

As organizações não governamentais angolanas apelam ao Presidente João Lourenço a visitar mais as comunidades rurais para se inteirar das dificuldades por que passam as populações.
João Lourenço e Makuta Nkondo
João Lourenço e Makuta Nkondo “preparam” visita a uma aldeia de carro

Este apelo surge depois de, na quarta-feira, 5, Lourenço ter aceite o desafio do deputado pela CASA-CE, Makuta Nkondo, para que visitem uma aldeia rural por via terrestre.

O convite ao João Lourenço foi feito no Palácio Presidencial por Nkondo que fez parte de uma delegação de deputados que assistiu a um audiência concedida por Lourenço ao vice-presidente do Parlamento da China, Wang Chen.

Makuta Nkondo contou que, numa curta conversa entre os dois à entrada no Palácio Presidencial, após o aperto de mãos, João Lourenço, aceitou o desafio lançado para visitar uma comunidade rural por via terrestre.

“O Presidente aceitou e disse que o seu secretário para os Assuntos Políticos, Constitucionais e Parlamentares, Marcy Lopes, vai preparar a visita, mas eu vou escolher o lugar”, disse Nkondo à VOA.

Esse episódio acontece quando várias organizações não governamentais queixam-se da ausência de visitas do Chefe de Estado a comunidades carentes.

André Augusto, coordenador da SOS Habitat, afirma que “se o Presidente visitar mais ele terá uma melhor fotografia sobre os problemas das populações”.

A mesma opinião tem o padre Pio Wakussanga, presidente da Associação Construindo Comunidades, para quem devia haver mais interacção entre o poder e a população.

“O Presidente precisa fazer mais visitas e as referidas visitas devem ser mais alargadas, ouvindo outras sensibilidades”, defendeu Pio Wakussanga, que apelou também a mais contactos as organizações da sociedade civil e das igrejas.

Sapo

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button