Política

João Lourenço reformou 26 embaixadores

O Presidente da República, João Lourenço está em vias de realizar aquelas que estão a ser internamente descritas como “grandes mudanças” na diplomacia angolana que culminarão com a movimentação de embaixadores junto das antenas diplomáticas no exterior do país.

Fonte: Club-k.net

Joaquim do Espírito Santo é o  novo embaixador em EUA 

O processo de remodelação encontra-se já em fase avançada tendo alguns países remetido a Luanda, os pedido de “agréments”, conforme apurou o Club-K.

 

A lista dos futuros nomeados em posse do Club-K, indica que o Joaquim do Espírito Santo que em meados do ano passado foi afastado do cargo de director para África, Médio Oriente, em circunstancias anómalas, é o próximo embaixador de Angola em Washington. O mesmo irá substituir Agostinho Tavares da Silva Neto, que será anunciado como Chefe da missão diplomática angolana em Lusaka, Zâmbia.

Nelson Manuel Cosme, há oito anos, na capital brasileira, é o próximo embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola na República Árabe do Egipto, em rendição do veterano diplomata e cofundador da UNITA, António Fernando da Costa “Tony”, 83 anos, que passará a reforma.

Albino Malungo, o actual Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Angola, na República da Coreia do Sul, deverá ser transferido para exercer funções semelhantes nos Emiratos Árabes Unidos, em substituição, de José Andrade de Lemos.

Por outro lado, o diplomata Edgar Gaspar Martins “Giza”, último embaixador no Canadá por conta do encerramento da missão diplomática angolana em Toronto, é a figura que irá ocupar o lugar de Albino Malungo na Coreia do Sul.

As referidas mexidas culminarão também com a entrada para a diplomacia, do general Baltazar Diogo Cristóvão, para o cargo de embaixador no Reino de Marrocos em substituição do lendário general, Benigno de Oliveira Vieira Lopes “Ingo”, que irá se reformar com os seus 83 anos de idade. Baltazar Diogo Cristóvão, irmão do Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, era até Novembro de 2018, o chefe da Direcção Principal de Educação Patriótica do Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas.

De acordo com a lista que o Club-K, teve acesso, seguir-se-ão ainda as nomeações de Cecília Baptista como embaixadora em Berna, capital da Suíça; Gaspar Florêncio para Brasília, Brasil; Isabel Gomes Godinho de Resende para Amsterdão, Holanda, e Sandro Agostinho Renato de Oliveira para Roma, Itália, em substituição de Florêncio da Conceição de Almeida.

Ao total, deverão regressar a Luanda, como reformados, cerca de 26 embaixadores, dentre os quais Domingo Culolo, 79 anos, embaixador na Polónia que recentemente despediu-se da comunidade angolana local, anunciado que irá passar os seus dias, na terra natal, Uíge.

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button