Política

Lobby para nomeação de Jardim como embaixadora

Maria de Fátima Monteiro Jardim, última  ministra do ambiente do governo de José Eduardo dos Santos, é citada em meios do regime como tendo movido influencia junto do ministro das relações exteriores de Angola, para sua nomeação como futura embaixadora de Angola em Itália.

Lobby para nomeação de Jardim como embaixadora
Lobby para nomeação de Jardim como embaixadora

A prior a manifestação de Fátima Jardim, as autoridades angolanas haviam comunicado ao governo de Itália que tencionavam nomear  para aquele país, um quadro do MIREX, Sandro Agostinho Renato de Oliveira, ex-director do gabinete da SADC. A Itália por sua vez, enviou a Luanda o pedido de “agrément”, que aceitava este diplomata como substituto do embaixador cessante Florêncio da Conceição de Almeida, recentemente nomeado para exercer às mesmas funções no Brasil.

A substituição em última da  hora do nome de Maria  Jardim no lugar de Sandro Oliveira, gerou também indignação no seio de diplomatas que consideram-se “desiludidos”, com a medida, uma vez que o ministério tem optado pela nomeação de quadros de carreira, em detrimento de “outsiders”.

Oliveira que foi colocado de parte é referenciado como um quadro jovem, que ascendeu a embaixador de carreira pelas mãos do então ministro Georges Chicoty, no primeiro semestre de 2017.

De acordo com fontes do Club-K, a nomeação de Fátima Jardim por despacho presidencial deverá ocorrer tão logo que o governo de Itália confirmar o pedido de “agrément”, favorável a antigo ministra do ambiente. Luanda, aguarda também pelo “agrément” por parte do governo da Hungria para nomeação de José Filipe, o actual director do protocolo da Presidência da República.

Fonte: Club-k.net

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button