Política

“Malandragem” de JLO assemelha-se a de JES, diz analista

O MPLA aprovou dois instrumentos de conduta e ética que vão doravante guiar o comportamento dos seus militantes ao abordarem em asta públicos assuntos ligados ao partido.

*Joaquim Ribeiro
Fonte: RD

A aprovação dos documentos aconteceu, sexta- feira na sétima reunião ordinário do partido dos camaradas.

Idalina Valente, Membro do grupo que elaborou os documentos diz-se preocupada com que existência de militantes que não refletem sobre os assuntos que postam nas redes sociais .Para o primeiro secretário do em exercício do MPLA em Luanda ,Manuel Quarta, os documentos preveem medidas disciplinares e jurídicas aos infractores.

Comentando o assunto, o jornalista Coque Mukuta, lembrou que já em 2014, no consulado de José Eduardo dos Santos tinha sido elaborado um Código de Ética para avaliar comportamento de militantes, que não teve qualquer efeito, pelo que acredita que estes dois instrumentos não venham a ter qualquer influência nos militantes do MPLA, activos nas redes sociais.

O Jornalista criticou igualmente o actual presidente do MPLA, João Lourenço que para ele era uma sublime oportunidade para apelar aos militantes a críticas públicas sobre os actos do próprio MPLA e da governação: “até contraria o que o senhor João Lourenço disse no passado de que os militantes do MPLA seriam os primeiros a criticarem os actos nocivos no MPLA” disse.

Considerando que não se admira a “malandragem” de João Lourenço por termos convividos com a malandragem de José Eduardo dos Santos e que: “não há nenhuma novidade neste comportamento de João Lourenço que vem indiciando um princípio ditatorial” disse.

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button