Política

Resenha: Encontro João Lourenço e Félix Tshisekedi é destaque

Luanda - O encontro entre os Presidentes de Angola, João Lourenço, e da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi, na província de Benguela, constitui o destaque no noticiário de carácter político produzido pela Angop nos últimos sete dias.

João Lourenço e Félix Tshisekedi abordaram, entre outros assuntos, o dossier sobre a Zona de Interesse Comum de exploração petrolífera (ZIC) e apelaram à cooperação no combate à corrupção e impunidade.

Ainda durante a semana, o Estadista angolano felicitou o Presidente eleito da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, pela vitória no pleito 29 de Dezembro último e solidarizou-se com às vítimas das enchentes causadas pelas chuvas no país.

No quadro do combate à corrupção, Angola agradeceu o apoio de Portugal, durante uma audiência do Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, ao chefe da diplomacia angolana, Manuel Augusto.

Entre as manchetes dos últimos sete dias esteve também o facto da Procuradoria-Geral da República (PGR) ter admitido que poderá arrestar participações da empresária angolana Isabel dos Santos em empresas portuguesas, tal como aconteceu em Angola.

No capítulo da justiça, a Inspecção Geral da Administração do Estado (IGAE) decidiu desencadear um processo criminal contra três candidatos ao concurso público de ingresso realizado pela instituição, para provarem, em juízo, uma alegada comercialização de vagas.

Na base do pronunciamento do IGAE está a reclamação feita por três candidatos à uma rádio sobre alegada corrupção no processo de apuramento.

Na Assembleia Nacional, a semana foi marcada pela reacção do MPLA contra informações segundo as quais aquele partido estaria a realizar “manobras” para o adiamento das eleições autárquicas, previstas para este ano.

No campo diplomático, o embaixador de Cabo Verde em Angola, Jorge Eduardo de Figueiredo, encorajou o Estado angolano a prosseguir com as reformas no país. O diplomata acredita que a normalização do funcionamento das instituições angolanas pode reduzir a dependência substancial do petróleo.

Tags
Mostrar Mais

Bernardo Seculo

Jovem Empreendedor , Sonhador , Estudante Do Curso de Técnico De Informática, Escritor e Editor de Noticias no site Angola Nossa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button